O bom filho à casa torna…

… e bota mãos à obra assim que chegar pra blogar essa viagem direito!

Pessoal, acabei de chegar em casa e, embora pareça o contrário, não acessei a Internet uma única vez sequer desde a 3a.f., 13/02!!!  Deixei os posts preparados com a programação da viagem, e fiquei feliz agora ao ver que eles entraram no ar direitinho conforme eu tinha programado – ou seja, não paguei micos cibernéticos!!! A partir de amanhã vou responder a todos os comentários e, agora sim, contar a viagem detalhadamente, com direito a muitas fotos… 🙂

Por hoje, vou fazer o meu comentário cri-cri… Meu vôo GOL estava programado para sair de Buenos Aires às 11:10. Decolou às 12:40 por um motivo no mínimo absurdo: a tripulação teve que recolher e despachar umas 3 ou 4 malas ENORMES levadas a bordo como bagagem de mão!!!

Duas perguntas minhas que por enquanto estão sem resposta:

– Como nenhum funcionário da companhia aérea impediu o embarque de passageiros com malas que deveriam ter sido despachadas? Talvez o atendente do check-in não tenha como acompanhar o que está sendo levado como bagagem de bordo, mas e os funcionários do embarque?!?

– Será possível que as pessoas não se dêem conta mesmo que uma mala pesando 10, 15 ou 20 kg na cabine de um avião é um risco à segurança de todos? Basta pensar que, se uma mala com esse peso despenca do bagageiro, com certeza mata um…  Para não ser tão drástica, não custa lembrar que, se um passageiro transporta uma mala que vale por duas, ele está impedindo que outro passageiro ocupe com a sua bagagem o espaço que lhe cabe – ou seja, no mínimo é uma baita falta de respeito…

Viajar não tem nada a ver com a cultura do “se dar bem” e “levar vantagem”… Tem a ver com civilidade, respeito e boa convivência – e tenho dito!!!

4 thoughts on “O bom filho à casa torna…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *