Uma casa muito engraçada

“Era uma casa

Muito engraçada

Não tinha teto

Não tinha nada

Ninguém podia

Entrar nela não

Porque na casa

Não tinha chão

Ninguém podia

Dormir na rede

Porque na casa

Não tinha parede…”

placa.jpg

Foi uma surpresa – e daquelas com gosto de infância! – descobrir que a “casa muito engraçada” da letra de Vinícius de Moraes existe. Os versinhos distraíram as filhas de Vinícius em uma visita ao amigo uruguaio Carlos Paez Vilaró, quando o Casapueblo não passava de um ateliê de lata e madeira, construído por um artista excêntrico (o próprio Vilaró), numa encosta belíssima de Punta Ballena.

mar.jpg

Hoje em dia, a “casa muito engraçada” abriga não apenas um museu e o ateliê de Vilaró, mas um dos mais belos hotéis da região de Punta del Este. Ah, sim, e já tem teto, chão e paredes… 😉

casapueblo.jpg

Em uma próxima ocasião, penso até em me hospedar por lá… Vai dizer que o Casapueblo não combina comigo? 😉

carla2.jpg

Todos os dias, o Casapueblo abre suas portas para receber interessados em visitar o museu – e ainda mais interessados em ficar para o pôr-do-sol, considerado um dos mais bonitos de Punta. A cerimônia do pôr-do-sol no Casapueblo já se tornou um evento clássico em Punta del Este. Fui conferir, claro, e depois de tão “perseguida pelo mau tempo”, como disse o Riq, eu achei o espetáculo grandioso – imagina, nem choveu!!!

sol.jpg

Mas… (lá vem ela reclamar!) só o que me incomodou foi justamente o que muitos acham a parte mais emocionante – a tal da gravação do Vilaró dizendo mil e uma coisas preparadas para amolecer o mais empedernido dos corações… Não gosto, assim como não gosto de trilha sonora, de aplausos, de nada que tente “melhorar” a natureza pura e simples do meu pôr-do-sol… 😉

17 thoughts on “Uma casa muito engraçada

  1. Pingback: Pôr-do-sol no Casapueblo » Idas e Vindas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *