Dicas do Uruguai: Balanço geral – Roteiro

Eu sei, eu sei… Eu disse que não ia mais falar no Uruguai… Mas logo em seguida achei que era necessário repassar o meu roteiro – principalmente porque várias pessoas têm usado o blog como fonte de informação para planejar suas próprias viagens ao Uruguai, e eu espero que elas façam viagens ainda melhores do que foi a minha! 😉

Aqui vai então um resuminho do meu roteiro com comentários:

1o. dia: Chegada ao porto de Montevidéu por volta de meio-dia; Ida para Punta del Este pela Ruta Interbalnearia, em carro alugado. Prolongar a viagem de carro para conhecer os balneários do caminho tem seus prós e contras… Eu gostei muitíssimo de ir a Piriápolis, por exemplo – mas é preciso ter em mente que essas paradas ao longo do caminho significam uma tarde a menos em Punta.

2o. e 3o. dias: Punta del Este; Volta para Montevidéu no fim da tarde do 3o. dia. Se eu fosse repetir o roteiro hoje, provavelmente ficaria um dia a mais em Punta. Não que o tempo que reservei à cidade não seja suficiente para visitar os pontos principais – teria sido se eu tivesse tido a sorte de só pegar dias bonitos. Como a chuva me perseguiu, acabei aproveitando menos do que gostaria… Um dia a mais talvez tivesse feito a diferença. Ah, sim, optamos por voltar para Montevidéu no fim do dia por 2 motivos: era sábado de Carnaval, e os hotéis só faziam reservas para o pacote de Carnaval de sábado a quarta; além disso, dormir em Montevidéu custava US$ 30 a menos, em um hotel beeeeem melhor… 😉

4o., 5o. e 6o. dias: Montevidéu. Três dias estão de bom tamanho em Montevidéu – dá tempo de conhecer o Mercado del Puerto, passear pelos parques e praças, visitar o centro histórico, bater pernas pelo comércio da Avenida 18 de Julio e até ir à praia, se alguém se animar…

7o. dia: Colonia del Sacramento. Um dia basta para conhecer o centro histórico de Colonia, é fato. Mas é preciso sair de Montevidéu bem cedinho, porque são quase 3 horas de viagem! Para quem se interessa em visitar os museus e/ou as feirinhas de artesanato, ou mesmo para quem quer descansar um pouco, talvez seja o caso de ficar um dia a mais. Colonia vale a pena!

A verdade é que quanto mais sabemos sobre um lugar, mais curiosos ficamos – pelo menos é assim que funciona comigo… Quando eu voltar – porque eu não tenho a menor dúvida de que vou voltar ao Uruguai um dia para uma terceira visita – vou ficar pelo menos 2 semanas! Vou conhecer melhor a costa ao norte de Punta del Este – La Paloma, Cabo Polonio… Vou me hospedar ao menos por uma noite no Hotel Argentino, em Piriápolis. Vou ficar um dia a mais em Montevidéu, para fazer um bate-e-volta às vinícolas da região de Canelones. Talvez dê a Colonia mais uma noite… Vou com certeza esticar até Carmelo e fazer a extravagância de me hospedar no Four Seasons. E quem sabe não sigo viagem até a região termal de Fray Bentos e Paysandú…

Mas isso sim, fica para uma próxima vez, para um Uruguai revisitado! 😉

29 thoughts on “Dicas do Uruguai: Balanço geral – Roteiro

  1. Arnaldo, esse elogio pra mim tem peso dois, hein? Sempre me miro no Riq e em você, que foram meus maiores inspiradores pra criar o blog… 😉

  2. Carla, vou para o Uruguai e Argentina em Agosto. Estou planejando a viagem, mas tenho algumas dúvidas, principalmente sobre a travessia de Buquebus do Uruguai para a Argentina. Gostaria de saber como funciona a alfândega na chegada a Buenos Aires. É o mesmo procedimento do aeroporto? Obrigado e parabéns pelo blog. Tem me ajudado bastante!

  3. Diego, fiz esse roteiro da Carla, em janeiro/fevereiro-2008, deu tudo certo, só um detalhe, eu não levei passaporte e resolvi usar a identidade, não é uma boa. Cada entrada você fica com um recibo e tem que guardar todos eles para a sua volta ao Brasil, pra não correr o mesmo risco que eu e o meu marido, de perder um desses pequenos recibos e pagar uma multa de US30,00 ( acho que é esse o valor) para poder embarcar, leve o seu passaporte, todas as entradas e saidas são carimbadas e você não vai ter nenum problema. No Buquebus o processo de carimbo da entrada e saida é parecido com o de aeroporto, tudo tranquilo.

  4. Gente, estarei dando uma esticadinha no Uruguay em julho. Não estou encontrando, como acontece facilmente com Mendoza, sites relacionados a visitação de Canelones e suas vinícolas. Alguém já foi? É fácil em Montevideo achar agências que ofereçam o passeio?

  5. Diego, como disse a Rosa, é mesmo tudo parecido com o aeroporto, pode ir tranqüilo.

    Cecília, eu já estive na Bolívia 2 vezes. Na primeira, fui apenas a Puerto Suárez, na fronteira com o Brasil na altura de Corumbá. No ano passado, visitei La Paz e Copacabana, mas fiquei pouco tempo. Não conheço nem a Colômbia nem a Venezuela…

  6. Gisele, eu também não encontrei muitos sites de visitas a vinícolas quando estava preparando a minha viagem ao Uruguai. Por fim, acabei parando de procurar porque cheguei à conclusão de que nem teria tempo para visitar nenhuma. Mas uma vez em Montevidéu, acho que você não terá problemas para encontrar maiores informações, não – há inúmeras agências de turismo na Avenida 18 de Julio, além de um serviço de informações turísticas no aeroporto de Carrasco.

  7. Olá Carla!
    Realmente seu site é imperdível. Boa sorte na nova casa (Abril).
    Nas dicas do Uruguai senti falta do ítem compras. Gostaria de saber os lugares recomendados e outras dicas de compras imperdíveis (se é que há).
    Um abraço,
    Osmar Jr.

  8. Osmar, eu nunca incluo uma parte de compras nas dicas porque quase nunca faço compras nos lugares onde vou… 😉 E tudo o que acabo comprando é meio por acidente, são roupas, objetos e outras coisas em que bato o olho e gosto. Mas dificilmente vou a um lugar em busca das compras, então fica difícil dar alguma dica quando eu mesma sou uma negação no assunto…

    O Uruguai, então, visitei no Carnaval, as lojas do centro de Montevidéu estavam quase todas fechadas… O que sei que vale a pena por lá são as roupas de inverno, nas lojas da Ave.18 de Julio, o artesanato da Manos de Uruguay (uma cooperativa de artesãos na Plaza Cagancha), o vinho (comprei no supermercado mesmo), e couro (mas não tenho nenhum lugar específico para indicar, não).

    Se você gostar de antigüidades e miudezas, vale uma visita à Feira de Tristán Narvaja, no centro de Montevidéu, aos domingos. Também aos domingos há uma feirinha no Parque Rodó e no Mercado del Puerto.

  9. Carla,

    Comprei uma passagem promoção da TAM SP – Montevideo de 1/5 a 5/5/2009.

    Qual seria a sugestão de roteiro para este período?

    Eu já conheço Buenos Aires, Mendoza, Santiago e arredores.

    Obrigado,

    Beijo,

    Douglas.

  10. Você tem pouquinho tempo, Douglas, eu te sugeriria ficar por Montevidéu mesmo e fazer um bate-e-volta a Punta del Este ou a Colonia del Sacramento. Se você tiver muita, mas muita disposição mesmo, e dependendo do horário em que o seu vôo chega no primeiro dia e parte no último, dá pra ir a Punta no segundo dia e a Colonia no quarto… Mas veja bem, essa é uma opção super corrida, só serve mesmo para quem tiver uma super vontade de aproveitar bem o tempo!

  11. Oi Carla! Estou planejando uma viagem ao Uruguai em agosto de 2009. Como dia 25 de agosto, terça-feira, é feriado da independência por lá, gostaria de saber se Punta del Este pode estar mais movimentada, apesar de não ser verão. Obrigada! Abraços

  12. Não sei te dizer, não, Fernanda… Não apenas não vai ser verão, vai ser alto inverno… Intuitivamente, eu acho difícil que Punta seja escolhida como destino para esse feriado, porque vai estar frio, mas não tenho mesmo como te dar certeza…

  13. Olá, Carla! Parabéns pelo blog, suas dicas são ótimas!

    Vou fazer o roteiro Buenos Aires, Montevidéu e Punta no início de outubro, e também estava pensando em alugar um carro em Punta. É preciso carteira internacional para dirigir no Uruguai? Muito obrigada!

    Abraços

  14. Oi, Carla! Você sabe como é Punta del Este no mês de abril? É que estou pensando em ir para lá na Semana Santa, mas acho que a cidade fica deserta e fria.

    Abraço!

  15. Regina, eu já ouvi de fonte segura que a Semana Santa também é uma boa época para ir a Punta. A cidade não está mais no auge como no revéillon, mas também não está triste como no inverno…

  16. Alguém já foi de Buenos Aires para Punta del Leste de Buquebus? É muito cansativo? Punta em Setembro é deserta? Obrigada!!!

  17. Ana, eu já fui de Buenos Aires até Montevidéu de Buquebus e de lá segui até Punta em carro alugado. Imagino que a viagem inteira pela Buquebus dê mais ou menos no mesmo – é um pouco cansativo, sim, mas as estradas são boas, dá pra levar bem.

  18. Carla, acabei decidindo ficar em Montevidéu, no Cala Di Volpe e vou fazer um bate e volta em Punta. Adorei a dica do Cala Di Volpe. E domingo, o que fazer em Montevidéu? Obrigada!!!

  19. Se você gostar de feirinhas, Ana, tem a do Parque Rodó e a Tristán Narvaja. O Mercado do Porto também é sempre animado aos domingos. E, se o tempo estiver bonito e não fizer muito frio, vale dar um passeio pelas Ramblas… Em que época você viaja?

  20. Olá Carla. Estou indo dia 06/09 para Buenos Aires. Fico até dia 10/09. Vou pegar o Buque de 16:00 para Montevidéu. No dia 11 pretendo ir para Punta e no domingo, 12/09, pretendo curtir um pouco montevidéu. Adoro feirinhas. Quero muito ir no mercado também. Quanto ao Calla Di Volpe, posso ficar tranquila, né? Fechei tudo pelo site do Buquebus. Abraços.

  21. Ana, se o Cala di Volpe mantiver o mesmo padrão de quando me hospedei lá, em fevereiro de 2007 (e, pelo feedback que tenho recebido, mantém, sim) você pode ir tranqüila. 😉

  22. Pingback: Viajando na Blogosfera: América do Sul

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *