San Telmo e La Boca

Uma volta pelos pontos de visita mais tí­picos de Buenos Aires obrigatoriamente inclui o bairro de La Boca (onde viviam os imigrantes italianos) e, em especial, o Caminito. Esse é um passeio que nunca fiz a pé – não me sinto segura para andar pelo bairro, a não ser nas ruas mais turí­sticas. Minha sugestão é tomar um táxi e ir direto ao Caminito, de preferência logo cedo, enquanto os ônibus turí­sticos ainda estão nas redondezas da Plaza de Mayo… 😉 O táxi vai te deixar bem aqui:

caminito-1.jpg

Nessa região, é interessante tentar ignorar os souvenirs das lojinhas (que são caros e não valem a pena, de qualquer forma) e procurar imaginar como viviam os imigrantes nas construções de chapa colorida. Algumas das lojas são antigos conventillos (cortiços) restaurados, com um pátio principal que servia de área comum ao habitantes do local, onde as mulheres se reuniam para lavar a roupa e as crianças brincavam…

caminito-2.jpg

Se for um domingo, a melhor pedida é tomar outro táxi e partir para a Plaza Dorrego, para a Feria de San Telmo, uma feirinha de antigüidades super bacana. Tem muita bugiganga por lá, mas também dá pra descolar um ou outro objeto bem interessante…

42-feira-de-san-telmo.jpg

Continuando o passeio, agora acho que dá pra seguir a pé, não fica muito longe… A idéia é seguir pela Calle Defensa até a Iglesia de Santo Domingo, que fica bem na esquina com a Avenida Belgrano. Essa igreja nem é muito conhecida, mas tem uma história bem curiosa. Ela foi o último ponto de resistência dos argentinos durante a invasão inglesa no século XIX – por esse motivo a rua se chama Defensa, ou seja, defesa. Da Avenida Rivadavia em diante, todas as ruas trocam de nome, e a Calle Defensa se transforma em Reconquista, pois toda essa região teve que ser retomada dos ingleses…

iglesia-de-santo-domingo.jpg

Uma das torres ainda guarda as marcas das balas dos ingleses – e no interior da igreja estão as bandeiras inglesas que foram capturadas durante as batalhas! No pátio há um monumento a Belgrano, onde estão os restos mortais do general.

Seguindo pela Defensa, vale fazer um desvio na Calle Moreno à esquerda, por 2 quadras, para conhecer a Manzana de las Luces, um quarteirão todo restaurado e preservado. É uma idéia interessante dar a volta no quarteirão para observar a arquitetura. Caminhando mais uma quadra, estamos de volta à Plaza de Mayo – ponto bem central de Buenos Aires, e que pode servir de ponto de partida para outros roteiros. Ainda tenho várias outras sugestões – me aguardem! 😉

7 thoughts on “San Telmo e La Boca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *