Bosques de Palermo

Todo porteño tem o seu dia de nova-iorquino – e costuma ser o domingo, quando a população da cidade se dirige em peso aos Bosques de Palermo, o Central Park deles… 😉 Eu, para fugir do movimento, prefiro ir aos parques em um dia de semana, para aproveitar melhor a tranqüilidade…

Um bom começo é o Jardí­n Botánico. Sem entrar (muito) no mérito das comparações, falta um pouco do charme imperial do Jardim Botânico do Rio de Janeiro, mas o passeio aqui não é menos agradável por isso…

059-jardin-botanico-230404.jpg

Dali pode-se seguir direto para o Jardí­n Zoológico, que fica bem pertinho. Mas eu prefiro tomar um táxi e seguir para o Jardí­n Japonés, o meu recanto favorito. O jardim foi um presente da comunidade japonesa à cidade de Buenos Aires, e é uma tranqüilidade só, uma delí­cia!

072-jardin-japones-240404.jpg

066-jardin-japones-240404.jpg

jardin-japones-lago-1.jpg

jardin-japones-lago-2.jpg

Ah, quase me esqueço que esse lago tem habitantes muito interessantes – as carpas superalimentadas do Jardí­n Japonés… 😉

068-jardin-japones-240404.jpg 069-jardin-japones-240404.jpg

Saindo do Jardí­n Japonés, basta dar a volta no quarteirão e atravessar a Avenida Sarmiento para chegar ao Parque 3 de Febrero, na parte conhecida como El Rosedal:

img_0729.jpg

093-el-rosedal-parque-de-palermo-240404.jpg img_0730.jpg img_0731.jpg

Em um lugar tão cheio de recantos especiais, o mais especial pra mim é o Patio Andaluz:

086-patio-andaluz-parque-de-palermo-240404.jpg

Dependendo da hora em que se termine o passeio pelo parque, uma boa idéia é escolher um dos restaurantes de Las Cañitas ou Palermo para almoçar. E, quem sabe, um sorvetinho na Persicco para a sobremesa… 😉

091-parque-de-palermo-240404.jpg

29 thoughts on “Bosques de Palermo

Deixe uma resposta para Ernesto Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *