Hotel Columbus, La Paz

Desde o princí­pio, o planejamento da nossa viagem foi guiado pela relação custo-benefício. A idéia era escolher o melhor possí­vel, fosse em hospedagem, transporte ou alimentação, sempre a um bom preço. Em termos de hospedagem, fixei as buscas em hotéis 3 e 4 estrelas, porque o preço era excelente tanto na Bolí­via quanto no Peru – ao mesmo tempo, ao descartar os hotéis 0, 1 ou 2 estrelas, eu garantia (ao menos para ficar com a consciência tranqüila… 😉 ) um mínimo de conforto.

Em La Paz, me encantei desde o iní­cio pelo Hotel Residencial Rosario La Paz – e foi de olho nele que contactei a Turisbus, a agência que contratei para toda a nossa estada na Bolí­via. Infelizmente, o Rosario estava lotado… 😥 Ainda ficamos na lista de espera por algumas semanas, mas não houve jeito mesmo, e tivemos que partir para a carta guardada na manga.

Essa carta na manga era o Hotel Columbus, um 3 estrelas bem simpático, localizado perto do Estádio de La Paz, fora da muvuca do centro mas próximo o suficiente para não atrapalhar os nossos passeios. A tarifa, então, era mais do que convidativa: US$ 39.00 o quarto duplo.

Este é o Stadium Hernando Siles, o estádio mais alto do mundo – lá é tudo assim, “o mais alto do mundo”… 😉

img_0968.jpg

Fiz a foto a partir da Avenida Illimani, onde fica o Columbus:

img_0969.jpg

O hotel fica localizado a apenas 500 m da Plaza Murillo, o que é bem animador até que a gente se lembra que em La Paz só há ladeiras, e que estamos em um dos pontos mais baixos do centro… Ou seja, 500 m ladeira acima a 3.500 m de altitude não é exatamente a minha definição de férias perfeitas… 😆 Por outro lado, o táxi é muito barato (muito mais barato do que em Buenos Aires, por exemplo, só para efeito de comparação…), e isso resolve qualquer problema de transporte.

Os quartos do Columbus são simples, mas confortáveis e espaçosos o suficiente para garantir boas noites de sono. Mas o ponto alto do hotel é mesmo o serviço: delicado, prestativo e atencioso.

img_0994.jpg

Apesar disso, se eu voltar a La Paz um dia quero ficar no Rosario, o hotel que eu tinha escolhido a dedo e a cliques de mouse… Eu diria que o Columbus me serviu bem, mas não chegou a me encantar. Quando, dois dias mais tarde, me hospedei no Rosario del Lago em Copacabana, senti aumentar a frustração por não ter conseguido o de La Paz…

15 thoughts on “Hotel Columbus, La Paz

  1. Pingback: Bolívia - Balanço Geral: Hospedagem « Idas e Vindas

  2. Pingback: Bolívia e Peru – o índice da viagem | Idas e Vindas - Crônicas de Viagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *