Finalmente, o Peru!

mapatour

Mapa: Peru – Go to Latin

Finalmente, começamos então a parte peruana da nossa viagem. Com tantas atrações, o Peru sozinho seria capaz de preencher 1 mês inteiro de viagem… Como o nosso tempo se resumia a 10 dias, o jeito foi concentrar as atenções no que mais querí­amos ver ou rever – escolhemos então Puno para a entrada, Cuzco e Machu Picchu como pratos principais e Lima de sobremesa… 😉

Logo no iní­cio da tarde, tomamos um ônibus de linha na avenida principal de Copacabana, com destino a Puno, no Peru. A viagem não é longa, leva entre 2 e 3 horas, por estradas bastante tranqüilas, basicamente margeando o Lago Titicaca. Poucos quilômetros depois de Copacabana, chegamos à fronteira entre a Bolívia e o Peru, onde paramos para fazer o controle de passaportes e trocar algum dinheiro. Cruzamos a fronteira a pé – do lado de cá, a Bolívia; após o arco, já estamos no Peru.

IMG_1112

Nosso ônibus era uma verdadeira Torre de Babel – sim, havia gente de todas as nacionalidades imagináveis, muitos conversando em lí­nguas que eu não sabia nem mesmo identificar, e olha que eu sou boa nisso… 😉 Fiquei impressionada com o fluxo de turistas estrangeiros à Bolí­via e ao Peru, e mais uma vez me perguntei se um dia vamos ter condições sócio-econômico-burocráticas de receber ao menos uma parte desse fluxo aqui no Brasil…

Em meio a essa Babel, calhou de sentarmos bem ao lado de um casal de brasileiros muito simpáticos, a Patrí­cia e o Rafael. Batemos papo com eles por boa parte da viagem, recomendamos o nosso hotel em Puno, dividimos o táxi até lá, mas depois perdemos contato. Não sei nem mesmo se eles afinal se hospedaram no mesmo hotel, porque não os vimos mais, infelizmente…

A primeira impressão que tivemos de Puno foi um tanto quanto decepcionante… 🙁 A entrada da cidade é bem feinha, e rodoviárias são irremediavelmente deprimentes em qualquer parte do mundo, creio eu… Isso, somado ao fato de que tí­nhamos deixado para trás o charme de Copacabana, pesou um pouquinho no meu otimismo, e tive medo de que Puno fosse se revelar uma roubada sem tamanho… Rodamos no nosso táxi por ruelinhas estreitas e tortuosas até chegar a uma praça, onde estava situado o nosso destino inicial – o Hotel Conde de Lemos Inn.

24 thoughts on “Finalmente, o Peru!

  1. Pingback: Bolívia e Peru – o índice da viagem » Idas e Vindas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *