Finalmente, o Peru!

mapatour

Mapa: Peru – Go to Latin

Finalmente, começamos então a parte peruana da nossa viagem. Com tantas atrações, o Peru sozinho seria capaz de preencher 1 mês inteiro de viagem… Como o nosso tempo se resumia a 10 dias, o jeito foi concentrar as atenções no que mais querí­amos ver ou rever – escolhemos então Puno para a entrada, Cuzco e Machu Picchu como pratos principais e Lima de sobremesa… 😉

Logo no iní­cio da tarde, tomamos um ônibus de linha na avenida principal de Copacabana, com destino a Puno, no Peru. A viagem não é longa, leva entre 2 e 3 horas, por estradas bastante tranqüilas, basicamente margeando o Lago Titicaca. Poucos quilômetros depois de Copacabana, chegamos à fronteira entre a Bolívia e o Peru, onde paramos para fazer o controle de passaportes e trocar algum dinheiro. Cruzamos a fronteira a pé – do lado de cá, a Bolívia; após o arco, já estamos no Peru.

IMG_1112

Nosso ônibus era uma verdadeira Torre de Babel – sim, havia gente de todas as nacionalidades imagináveis, muitos conversando em lí­nguas que eu não sabia nem mesmo identificar, e olha que eu sou boa nisso… 😉 Fiquei impressionada com o fluxo de turistas estrangeiros à Bolí­via e ao Peru, e mais uma vez me perguntei se um dia vamos ter condições sócio-econômico-burocráticas de receber ao menos uma parte desse fluxo aqui no Brasil…

Em meio a essa Babel, calhou de sentarmos bem ao lado de um casal de brasileiros muito simpáticos, a Patrí­cia e o Rafael. Batemos papo com eles por boa parte da viagem, recomendamos o nosso hotel em Puno, dividimos o táxi até lá, mas depois perdemos contato. Não sei nem mesmo se eles afinal se hospedaram no mesmo hotel, porque não os vimos mais, infelizmente…

A primeira impressão que tivemos de Puno foi um tanto quanto decepcionante… 🙁 A entrada da cidade é bem feinha, e rodoviárias são irremediavelmente deprimentes em qualquer parte do mundo, creio eu… Isso, somado ao fato de que tí­nhamos deixado para trás o charme de Copacabana, pesou um pouquinho no meu otimismo, e tive medo de que Puno fosse se revelar uma roubada sem tamanho… Rodamos no nosso táxi por ruelinhas estreitas e tortuosas até chegar a uma praça, onde estava situado o nosso destino inicial – o Hotel Conde de Lemos Inn.

24 thoughts on “Finalmente, o Peru!

  1. Carla, acompanho a sua narrativa como se estivesse lendo um romance, não quero perder nenhuma linha e fico ansiosa pelos próximos capítulos. Estou com esse roteiro agendado para julho, comecei reservando o hotel Rosário em La Paz e Copacabana. Estou seguindo os seus passos direitinho… super obrigada.

  2. Então não sou a única querendo seguir os passos da Carla? 😆 Já entrei em contato com “os Rosarios” também, foi a primeira providência. 😉

    Realmente as narrativas da Carla estão mais para um romance. Agora mesmo ela já deixou o suspense pro próximo capítulo: Puno foi ou não uma roubada?

  3. Camila, eu estou embarcando dia 23/01 para fazer o roteiro Uruguai/Argentina, seguindo os passos da Carla. E por falar nisso Carla, não estou conseguindo encontrar a informação do melhor cheesecake, eu adoro cheesecake e pretendo experimentar um que você citou aqui no blog. Pode me passar essa informação. Obrigada…

  4. No Puerto Madero eu sou fã do La Caballeriza – nem sei se mais pela comida ou pela decoração! Agora, esse cheesecake eu vou ter que provar – o meu favorito está em Nova York, e já não vou lá há séculos! Vou matando a saudade com o do Outback!
    Carla, eu copiei o comentário não sei de onde e agora não sei que cheesecake é esse…
    Se você conseguir lembrar…

  5. Rosa, também fiz um roteiro pelo Uruguai e Argentina há quase um ano, mas infelizmente na época eu não conhecia o blog da Carla e não pude aproveitar as suas ótimas dicas. A viagem foi maravilhosa, o Uruguai é encantador!

  6. Arnaldo, Carla, Ricardo Freire, Jorge Bernardes e outros.
    Turma sensacional Camila, não viajo sem as dicas blogadas por eles.
    Cada blog uma surpresa. Tudo de bom!

  7. Rosa e Camila, olhem só a responsabilidade que vocês estão me dando, hein, meninas? 😉 Agora não vou passar muito tempo sem atualizar o blog, não – estou terminando de corrigir as últimas provas e de férias fica tudo mais fácil!

    Rosa, não me lembro de ter comentado sobre nenhum cheesecake no Uruguai ou em Buenos Aires, não… Mas pode ser uma amnésia temporária, vou tentar me lembrar… 😳 O meu favorito também está em Nova York, morro de saudades!

    Carmen, as dicas vão ser quentes, pode deixar!

    Em breve eu volto com a solução do mistério “Puno foi ou não uma roubada”… 😀

  8. Aliás, meninas, vocês já estão começando a viagem melhor do que eu, né? Afinal, conseguiram agendar os dois Rosarios… 😉

  9. Carla,

    que sacanagem terminar o post assim, no melhor estilo novela!!! 😆

    Estou doidinha para ler sobre o Peru e a tão sonhada viagem a Machu Picchu!

    Rosa, eu sei que é totalmente “fora de mão”, mas a melhor cheesecake que comi até hoje foi na Croácia, em Zagreb! Fantástica, cremosa, sem ser muito doce… enfim… divina. Se um dia der um pulinho por lá, me avise que eu te passo o endereço. Dentro de alguns dias a foto dela deve circular lá no meu blog!

    Abraços,
    Carla

  10. Gente, eu não esperava causar essa comoção com a novelinha, não… 😉 Volto o mais breve possível para contar direitinho a história!

  11. Pra você também, Rodrigo! Mas sucesso quem está fazendo é você, hein? Gostei do artigo na VT desse mês – parabéns!!! 😀

  12. Jorge, agora que estou de férias do trabalho vou aproveitar pra manter o blog bem atualizado – então venha sempre que vai ter bastante coisa nova… 😉

  13. Oi, Carla

    Estoy ansiosa para saber el final da sua viagem.

    O meu sonho é conhecer Machu Picchu

    Beijocas

    Cátia Cilene

  14. Cátia, que bom te ver aqui! Estou atrasadí­ssima para terminar de postar essa viagem, mas espero chegar a contar a parte de Machu Picchu ainda essa semana!!! 😀

  15. Carla, você lembra o nome da empresa de ônibus que você utilizou nesse trajeto? Me indicaram a Tour Peru ou a Panamericano. É que li tantos relatos “assustadores” sobre policiais corruptos na fronteira e roubo de bagagens que queria tentar uma empresa mais confiável…

  16. Camila, eu acho que nem vi o nome da empresa de ônibus, porque a minha passagem de Copacabana para Puno era parte do pacote que contratei com a Turisbus de La Paz… E, olha, não vi nada de mais na fronteira, não, achei tudo calmo e burocrático como de costume… 😉

  17. Pingback: Bolívia e Peru – o índice da viagem » Idas e Vindas

  18. Gostei muito do seu modelo de narrativa!
    Na próxima semana vou para o Peru… e me ajudou muito!

    • Que bom, Flavia! Essa semana ainda vou publicar posts sobre um feriadão que passei em Lima – talvez você pesque alguma dica interessante para a sua viagem! 😉

  19. cara carla. leio atentamente os teus relatos e estou encantado. peço permissao para te explorar um pouquinho. estou com ideia de ir ao peru agora nas ferias de julho. moro em farroupilha rs. e a passagem pela taca por porto alegre esta muito em conta. meu roteiro seria lima, juliana, puno, cuzco, machu pichhu, e retorno a porto alegre. poderias me passar algumas dicas de hoteis, nessas cidades? como faço para ir a machu picchu desde cuzco.. enfim o basicao desses roteiros? agradeço justino

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *