Uma tarde em Puno

Quando chegamos de volta a Puno, a tarde já ia um pouco alta, e mal tí­nhamos comido qualquer coisa durante a manhã. O café da manhã do hotel, por sua vez, era bem menos interessante do que o nosso costume no Brasil… Ou seja, a fome já estava “atacando”… 😆 O ônibus mal nos deixou no hotel e já voamos pra rua de novo, em busca de um restaurante gostoso onde almoçar.

No dia anterior, durante o nosso passeio pela Calle Lima, tí­nhamos visto diversos restaurantes muito simpáticos, e resolvemos dar um crédito ao La Casona, não só pelo preço e localização (a fome era grande mesmo…), mas porque achamos muito pitoresco o fato de ele ser um “restaurante-museu”… 😉 O restaurante é realmente uma graça – uma antiga casa, dividida em vários ambientes, todos decorados com peças tí­picas da região. Na parte onde ficamos havia um fogão daqueles antigos, a lenha, que acabou fazendo as vezes de aquecedor – muito bem vindo naquele frio danado…

img_1184.jpg

Mas a melhor parte da nossa ida ao La Casona foi a sobremesa: uma massa de bizcocho, enrolada como um rocambole, e recheada com sorvete… Eu queria sorvete de lucuma, uma frutinha tí­pica do Peru, mas não tinha – tive que me contentar com sorvete de creme mesmo… 😥 Mas não estou reclamando, não, estava uma delí­cia!

img_1186.jpg

Logo depois do almoço, seguimos direto para o Mercado de Artesaní­a de la Terminal Lacustre. O mercado é enorme – são várias e várias aléias, com “lojinhas” de todos os tipos de artesanato, da cerâmica à tecelagem. Os preços são inacreditáveis!!! Na época eu estava montando a minha casa, e tive vontade de comprar de tudo: toalhas de mesa, panos de prato, jogos americanos, vários tapetes, objetos de decoração… Como a possibilidade de fretar um caminhão de mudanças para trazer as minhas compritchas para casa era remota, me contentei com alguns joguinhos americanos… 😆 Só pra dar uma idéia dos precinhos fabulosos, um jogo americano de 4 peças me custou 10 soles, cerca de R$ 6,00.

img_1187.jpg

img_0096.jpg

img_1188.jpg

À noite, resolvemos experimentar outro restaurante da Calle Lima que tinha chamado a nossa atenção no dia anterior, o El Fogón – bingo, mais uma vez! Com o frio que fazia, nada como um lugar aconchegante, bem aquecido e decorado com bom gosto…

img_1191.jpg

img_1190.jpg

Nem nos importamos de comer pizza mais uma vez, já que essa era a especialidade do lugar… 😉

img_1192.jpg

Terminamos a noite cedo, com uma curta caminhada de volta ao hotel – no dia seguinte tí­nhamos que chegar ao aeroporto de Juliaca bem cedinho para tomar o nosso vôo para Cuzco, que sairia às 08:00 da matina… Sairia, bem entendido, mas esse já é um outro capítulo dessa novela… 😉

Atualização: Ôpa, não é que eu me confundi aqui? O vôo de Juliaca a Cuzco transcorreu sem problemas… A novela se deu mesmo foi na ida de Cuzco para Lima – vou prorrogar um pouquinho então o clima de suspense… 😛

15 thoughts on “Uma tarde em Puno

  1. Legal que você pôde aproveitar melhor Puno, Carla, por ter ficado em um hotel mais central. O nosso hotel era bacana, mas um pouco afastado, na beira do lago e é uma outra experiência. Achei uma fofura os restaurantes da cidade, nada como uma comidinha boa para aquecer, hehe 😀

  2. Mais um capí­tulo!!! E você está ficando cada vez melhor nessa história de deixar todo mundo curioso, esperando pela resolução da próxima trama!!! 😆

    Ai, ai, fico esperando o seu feed marcar uma nova entrada!!! hehehe

  3. É verdade, Emí­lia, a experiência de ficar ali pertinho da Plaza de Armas foi bem legal; mas se hospedar à beira do lago deve ser de um bucolismo maravilhoso… 😉

    Carlinha, devo confessar que dessa vez eu fiz o suspense pra implicar com vocês um pouquinho… 😆 Mas logo, logo eu venho contar o próximo capí­tulo!

  4. Digna de Janete Clair, embora eu nunca tenha visto uma novela dela…

    O legal é que essa viagem está durando além da viagem em si. Por favor, assim que acabar de escrever sobre o Peru, arrume as malas e parta pra algum lugar. Mesmo que seja pra Paquetá. Já me acostumei com suas viagens!

  5. Alexandre, nada como juntar pouco tempo pra blogar e muita coisa pra contar – a novela rende… 😉

    Pode deixar que já estou providenciando novas viagens pra ter o que contar ao final da novelinha peruana – nem que seja Paquetá!!!

  6. Carla, com o seu roteiro na mala, parti para a aventura Uruguai. Amei… Montevidéo, Punta e Colônia, cidades ótimas para um passeio, sem pressa.
    Lugares tranquilos e gente acolhedora, cada lugar com seu encanto, tão diferentes e tão bons. Apenas em Punta, o hotel Days in Mansa deixou a desejar, como optei por um quarto mais em conta, ficamos no aperto, o quarto é minúsculo, teria sido melhor pagar um pouco mais ou procurar outra opção. Mesmo sendo só para tomar um banho e dormir, gosto de espaço. A localização é ótima. O Radisson Colônia é maravilhoso e o Cala di Volpi também é 10. Foi uma viagem muito feliz! Obrigada e estou seguindo o roteiro Bolí­via/Peru para qualquer hora dessas. Beijos!

  7. Rosa, comigo aconteceu o mesmo em Punta – também fiquei em um hotel que não me agradou… Mas faz parte da experiência, né? No dia em que eu voltar a Punta, já sei que não gostei do hotel, mas a localização dele achei fantástica! 😀

    E o Cala di Volpe não é maravilhoso? Ah, que vontade de voltar que me dá!!!

  8. Imagino, Camila!!! Apesar de ser carioca, eu tenho sangue mineiro por parte de pai e de mãe – e concordo que não há nada como os pães de queijo de Minas… Abaixo as imitações (e os congelados)!!! 😆

  9. Carla, en las fotos se puede apreciar un sol abrasador, pero por la ropa que você lleva se nota que hací­a frí­o, não?.
    El color vermelho le favorece muito. O vermelho é um color muito “sexy”. A comida não parece tan boa como a comida brasileira. Eu he comido muito bem em Brasil, muita variedad e calidad.
    Tchau.

  10. Fazia muito frio, sim, Carmen, o vento era geladí­ssimo! Mas demos sorte de ter sempre aquele sol lindo brilhando! E a comida no Peru é bem gostosa também – os temperos são ótimos, há bastante variedade… Em Cuzco e Lima nos dedicamos um pouco mais à cozinha peruana, mas em Puno a pizza saiu vencedora… 😉

  11. Carla, tá dando gosto mesmo ir curtindo capítulo a capítulo da sua novela… vc está ficando cada vez melhor na arte blogueira!!! hehehe beijinhos

  12. Mari, obrigada! Mas, olha, tantos dias sem um novo post não são parte do suspense da novela, não, é só falta de tempo mesmo, Ok? 😉

  13. Carla, estou aqui impressionada com as suas fotos! São lindas…
    Você parece estar curtindo mesmo as férias… Isso é ótimo!
    Eu também estou adorando acompanhar suas viagens e estou aproveitando as idéias para montar o meu roteiro! 🙂
    Parabéns pelo blog!

  14. Pingback: Idas e Vindas – Viagens e Aventuras » Bolívia e Peru – o índice da viagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *