On and off Broadway

A pé, à noite, no inverno? Só assim...

A pé, à noite, no inverno? Só assim…

Quando o assunto é Nova York, é quase inevitável que a conversa siga o rumo da Broadway… Eu costumo fazer um paralelo com Buenos Aires e o tango – a associação de idéias é quase imediata. Por conta disso, eu me sinto meio compelida a dizer algo que nunca me disseram, mas que eu bem gostaria de ter ouvido. É o seguinte: se você não gosta de musicais, não se sinta obrigado a ir a um espetáculo da Broadway – Nova York não será menos Nova York apenas porque você não foi ver The Phantom of the Opera😉

phantom

Agora então vou explicar o porquê de dizer isso: é que a minha paciência para musicais é bastante limitada… 😆 Eu sou uma apaixonada por teatro, mas os musicais, em sua maioria, não costumam me encantar. Não tenho, por exemplo, aquelas lembranças nostálgicas que várias pessoas têm, de ter visto A Noviça Rebelde quando crianças e terem ficado genuinamente impressionadas… Bom, agora que eu me desautorizei definitivamente no assunto, devo confessar que alguns eu amei sem ressalvas – no circuitão da Broadway, The Phantom of the Opera e Mamma Mia (assisti da última vez, e não imaginava que fosse tão criativo, não tinha visto o filme); off-Broadway, Rent (o meu favorito de todos os tempos, que eu poderia assistir umas 20 vezes…) e Altar Boyz (que também me surpreendeu agora).

E, já que eu estou no clima das confissões, confesso também que detesto essa “disneyzação” da Broadway… Caramba, Mary Poppins, Shrek, The Lion King? Parece tarde de domingo nos cinemas de shopping! Não gosto, não… Claro, não tenho nada contra o gosto alheio, e acho ótimo que existam opções para todos – só queria explicar que a Broadway não casa muito com o meu gosto, e por isso não tenho muitas opiniões formadas e nem tantas dicas a oferecer nesse âmbito.

rentAinda assim, sempre que posso vou assistir a um espetáculo que ainda não tenha visto, e costumo decidir isso com antecedência, como parte do planejamento da viagem. Por quê? Primeiro, porque detesto perder tempo da viagem com atividades burocráticas que eu poderia ter feito com antecedência, como ficar na fila da TKTS naquele frio danado abaixo de zero, quando eu poderia estar saboreando aquele mochaccino no Starbucks… Segundo, porque normalmente antecedência é sinônimo de bons preços… 😉

Já faz 10 anos que eu compro meus ingressos via Internet. Naquela ocasião, consegui ingressos para The Phantom of the Opera a mí­seros US$ 15 mais taxas, e para Rent a US$ 35 mais taxas – comprei diretamente no Ticketmaster ou no Telecharge, não me lembro mais, e levei o recibo de compra ao teatro para retirar os bilhetes, na maior apreensão de que eu pudesse ter caí­do em alguma roubada. Que nada, deu tudo super certo! 🙂

mammamia

Dessa vez tive um pouco de dificuldade para escolher os espetáculos… Eu queria privilegiar o que não tivéssemos assistido ainda, mas que estivesse bem cotado pela crí­tica. The Phantom e Chicago ficaram de fora porque não eram inéditos para nós. E eu poderia até ter me rendido a um Disney se não tivesse conseguido outra opção, mas uma amiga mencionou que tinha ido assistir a Mamma Mia e tinha se divertido bastante. Depois, uma outra amiga comentou que gostaria de ter ido assistir, e que tinha tentado comprar ingressos na TKTS por 2 ou 3 dias seguidos e não tinha conseguido, sem contar que os preços diretamente na bilheteria estavam proibitivos, na faixa dos US$ 150. Comecei então a focar as minhas buscas em ingressos descontados para Mamma Mia.

Mais uma confissão: a memória de elefante e o acaso me ajudaram muito… Embora eu fique bem orgulhosa dos meus achados, não sou nenhum gênio dos descontos, não – o que eu tenho é essa bendita memória de elefante e bastante paciência no Google… Me lembrei que aqueles libretos que recebemos em todos os musicais são produzidos pela Playbill, o que imediatamente me deu a idéia de googlar a Playbill e ver o que eu achava, né? :mrgreen: Fiz uma super descoberta: o Playbill Club, onde eu consegui todos os ingressos para os espetáculos que fomos assistir com descontos excelentes!

altarboyz

Funciona assim: é preciso se cadastrar no site e dar um email válido, para onde serão enviadas as ofertas. Eu me inscrevi e fiquei esperando – eu poderia ter comprado ingressos descontados apenas por ser membro do Playbill Club, mas as ofertas enviadas por email eram sempre mais interessantes, e nós tí­nhamos tempo para decidir com calma. Em cerca de 2 ou 3 semanas, eu tinha conseguido ofertas para Mamma Mia a US$ 67.50 mais taxas (contra US$ 116.50 agora no Ticketmaster, para os mesmos lugares, a primeira fila do mezzanino); para Altar Boyz (um musical que eu não conhecia mas que me deixou curiosa, e acabei amando!) a US$ 35 mais taxas (contra os US$ 80 do ingresso descontado diretamente no Playbill Club – lugares na primeira fila!) e US$ 39 mais taxas para o Stomp (na terceira fila!), o clássico off-Broadway que eu ainda não tinha tido a chance de assistir. Saldo geral da brincadeira: pouco mais de US$ 166 por pessoa, entre ingressos e taxas de serviço e conveniência.  stomp

O detalhe é que o pagamento é feito no cartão de crédito e não é reembolsável, ou seja, sempre há um risco de que não se possa comparecer, de que se cancele a viagem e tal. Mas foi um risco calculado, que achamos que valia a pena correr – e não nos arrependemos. Os ingressos para Mamma Mia e Altar Boyz me chegaram via email, em um arquivo pdf. Foi só imprimir e levar, ou seja, super fácil; já os ingressos para o Stomp nós retiramos na bilheteria do teatro cerca de meia hora antes do show, fací­limo também.

Apesar de termos conseguido ir a bons espetáculos, fiquei com pena porque, ao longo do mês de fevereiro, vários espetáculos estavam em recesso, ou tinham acabado de sair de cartaz, ou ainda não tinham estreado. Eu queria ter ido ao Cirque du Soleil, e estava em recesso… Estava curiosa para conferir Fuerza Bruta, mas não consegui para as nossas datas… Hair só estreou no início de março, quando eu já estava de volta em casa… E o meu amado Rent saiu de Nova York para excursionar pelo paí­s em setembro do ano passado, uma pena… 🙁

Se você estiver indo pra NYC por esses dias e for assistir a algum desses espetáculos que me deixaram na vontade, dá uma passadinha aqui depois pra me contar, Ok? 😉

50 thoughts on “On and off Broadway

  1. Carla, eu sou desligada de espetáculos em minhas idas, meu gosto é por caminhadas e gente nas ruas, olhar vitrines também adoro, comprar quase nunca. Musicais passa longe das minhas escolhas. Depois do seu relato, já me sinto tranquila em saber que não estou cometendo nenhum disparate.

  2. Carla, ai vai mais uma dica pra comprar ingressos baratos: http://www.broadwayoffers.com. E outra, melhor ainda: as matines das quarta-feiras sempre sao mais baratas! Eu sei que as vezes atrapalha o programa do dia, mas pra mim, por exemplo, que moro la, e quero ver as pecas de teatro ( nao necessariamente musicais) super vale a pena. Eu normalmente saio do escritorio pra ir e depois volto. Quanto aos musicais, nossos gostos nao combinam em nadinha: eu detestei Rent, odiei Mamma Mia ( e adorei o filme), mas a.d.o.r.e.i Altar Boyz, o que me faz pensar que talvez voce nao gostasse…rs..rs..rs..

  3. Oi Carla. Minha noiva me mandou o link para esse post pois estamos na fase final de programação de nossa viagem. A dica do PlayBill é muito boa! Ingressos com bastante descontos tanto para Mama Mia quanto para Chicago (ainda não decidimos qual vamos ver).

    Como você foi ver Mama Mia, eu gostaria de informações sobre o teatro.

    Como são as fileiras? São todas no mesmo nível ou cada fila é um pouco abaixo da outra de forma que ficando numa fileira mais atrás (no mezanino por exemplo) a gente consegue ver o espetáculo sem cabeças na frente?

    E naquelas fileiras da “orquestra” (aquelas no andar de baixo do mezanino)? também sao todas no mesmo nivel ou as as de trás estao num ní­vel mais elevado?

    Eu vi ingressos pra segunda fila nessa parte da “orquestra” pelo mesmo preço que no mezanino, e também gostaria de saber se fica muito ruim pois normalmente essas fileiras estao abaixo do nivel do palco.

    Obrigado pelas dicas,
    Frederico

  4. Marcie, na verdade o Playbill Club redireciona para o Broadway Offers, eu é que não me lembrava disso! 😉 Achei muito engraçado o quanto os nossos gostos realmente não combinam – o que deve provar que Altar Boyz é mesmo muito bom, já que agradou às duas!!! Minha frustração é ainda não ter ido assistir a uma peça que não seja musical – preciso ir sozinha ou com alguém que se garanta no inglês!

    Frederico, ao menos o mezzanino do teatro de Mamma Mia é em níveis diferentes, sim. Mesmo que você fique mais atrás você consegue ver o espetáculo sem as cabeças dos outros na sua frente. Não consegui reparar como é a platéia, até porque só tí­nhamos acesso à parte do teatro onde estávamos acomodados. O que posso te dizer é que, pelo mapa de assentos que aparece no site, parece que o mezzanino fica distante do palco, o que me preocupava um pouco. Mas, na prática, tivemos uma visão muito boa mesmo. Entre uma fileira da frente na platéia e uma no mezzanino, eu escolheria o mezzanino pela visão de conjunto…

  5. Carla,
    obrigada pela dica do seguro-saúde e, agora, pela dica dos musicais!
    Seu blogue é um tesouro!
    Beijos agradecidos,
    Lud

  6. Carla, o post ficou ótimo! Uma delícia ler posts fresquinhos assim. Aliás, continuo achando chiquérrima sua casa nova :mrgreen:

  7. Frederico e Ludmila, depois venham me contar sobre a viagem, Ok? 😉

    Mari, eu estou amando a casa nova!!! Aliás, estou até passando mais tempo aqui do que deveria, mas quem disse que eu consigo resistir? Está chegando o dia da sua viagem, né? Aproveite bastante!!! 😀

  8. Carla,
    Eu tenho uma dúvida para tirar contigo, vou viajar para o Uruguai no dia 30, para um congresso que será realizado em Montevidéu. Será um congresso de 4 dias, que inclui alguns cafés. Quanto que você acha que eu devo levar, considerando essas refeições que já estão inclusas? Vou fazer troca de moeda, na próxima segunda. (dia 23/03/09)

  9. Carla, certeza de que vamos contar nossa viagem 😛

    Ah, minha patroa, digo, noiva se chama Natalie. Ela que me apresentou o blog 🙂

    Depois de nossa viagem pra Europa e pro Chile, eu acho q acabei criando um monstrinho… Ela não para de pensar em viajar hehehehe

    Inteh,
    Fred

  10. Ana Rayssa, eu já estou um pouco defasada quanto aos preços no Uruguai, porque já faz 2 anos que fui… Mas eu costumo fazer o seguinte: na América do Sul calculo sempre US$ 50/dia, com a certeza de que vai sobrar dinheiro…

    Frederico, você criou um monstrinho do bem, pode ter certeza!!! 😀

  11. Carla,
    Parabéns!!! Tudo de bom!!! Muitas felicidades!!!
    Ah e claro muitas viagens.
    Adorei essa sua primeira foto, de inverno hehehe
    Beijo

  12. Oi Carla

    Parabéns pelo seu aniversário e tb pelo seu maravilhoso trabalho aqui, o qual tanto nos ajuda em nossas viagens.

    Um feliz aniversário, que vc tenha como presente muitas viagens para nos contar depois.
    Beijos

  13. Rosa, eu não conheço o hotel, mas pelo endereço que vi no site, ele é vizinho ao Diego de Velásquez, ou seja, a localização é ótima!

  14. Oi Carla! Acho que o comentário do Fred sumiu… mas podexá que assim que nós voltarmos de viagem passamos por aqui pra contar como foi! Obrigada pelas dicas. Até já recebemos nossos e-tickets 🙂

  15. Acho que estou ficando um pouco mais atrapalhada do que eu já sou. me desculpe! Era esse comentário mesmo. Nós vamos no primeiro final de semana de maio. 🙂

  16. Carlinha,

    Feliz Aniversário atrasado!!!

    Gostei muito da casa nova e das novidades. Precisamos fazer uma conVnVenção qq dia…

  17. Estou indo colocar meu e-mail “dja” no Playbill… belezura de achado.
    E sabe o que notei.. os preços que vc mencionou são os mesmo do TKTS… muito legal! No more lines 🙂
    bjs

  18. Mirella, dessa vez eu nem conferi os preços do TKTS… E achei ótimo não precisar, porque estava um frio danado, teria sido péssimo ficar na fila! 😉

  19. Ih, Carla. Nossos gostos também não se casam, pois também detestei Rent, mas adorei Phantom – acho que os americanos sabem entreter muito bem uma platéia. Mas enfim, isso é de cada um. Acho que você vai gostar de Spring Awakening ou Avenue Q, são musicais mais moderninhos.
    Quanto ao circuito off, é sempre bom saber o que vai estar em cartaz e garantir o ingresso com antecedência!

    Bjs!

  20. Carla, estou com viagem marcada para NY em Setembro, e estou tentando comprar ingressos Rent, Lion King, Mama Mia…etc, pelo um espatáculo, eu gostaria de ver.

    Uma pergunta é melhor comprar antecipadamente via ticktmaster ou é melhor comprar em NY na bilheteria?

    Tentei comprar hoje via ticktmaster e os preços me assustaram
    Mama Mia $186,00, desisti!!!

    Ana Mary

  21. Ana, no texto do post eu ensino direitinho o caminho para economizar no preço dos ingressos. Volte a ele e, se tiver alguma dúvida nos procedimentos, é só perguntar!

    Outra coisa: sinto te decepcionar, mas Rent tinha saído de cartaz em NY, acho difícil que tenha voltado…

  22. É uma boa localização para quem pretende freqüentar a Broadway, Ana. Fica em plena Times Square e tem fácil acesso ao metrô.

    • Ana, off-Broadway são os espetáculos fora do circuito da Broadway, em teatros menores – costumam ser um pouco mais experimentais e menos famosos. Alguns acabam chegando à Broadway propriamente dita, como aconteceu com Hair e Rent, outros viram mega-sucessos e permanecem off-Broadway, como o Stomp.

  23. Obrigada, outra coisa em setembro como é a temperatura? Precisa levar
    roupa de frio mais pesada?

    Ana

  24. Não precisa, não, Ana. Eu nunca fui a NY em setembro, mas em agosto faz um calorão igual ao do Rio, e em outubro a temperatura costuma ser bem agradável – um casaquinho à noite dá conta do recado. Dá uma olhadinha nos sites de previsão do tempo pra poder se planejar, mas não precisa se preocupar com o frio, não…

  25. Carla, acho que ja estou abusando de você com tantas perguntas..

    Você tem um “roteiro” dos locais que devo visitar em NY em 6 dias? Para eu não perder tempo, tipo assim que faço hoje?.

    De repente se estou perto de um museu x, aproveita e veja Y que ja esta próximo..

  26. Ana, eu não tenho um roteirinho pronto, não – faz bastante tempo que não vou a NY pra turistar… Mas tenho uma dica que pode te ajudar a se organizar: eu procuro separar os locais que vou visitar por região geográfica, pra facilitar os deslocamentos. A idéia é escolher em um guia o que você gostaria de ver e marcar as atrações próximas entre si, distribuindo pelos dias de que você dispõe. 😉

  27. Oi Carla, Estou indo pra Ny pela primeira vez e diferente de você gosto muito dos musicais da Broadway, no entanto, os assisto somente quando acontece uma boa montagem em São Paulo. Vi lendo alguns comentários sobre seguro-saúde. Vc poderia me dar dicas…
    Obrigado.

  28. Oi Carla, Estou indo pra Ny pela primeira vez e diferente de você gosto muito dos musicais da Broadway, no entanto, os assisto somente quando acontece uma boa montagem em São Paulo. Vi lendo alguns comentários sobre seguro-saúde. Vc poderia me dar dicas…

    Obrigado.

  29. José Carlos, embora o seguro-saúde não seja obrigatório para os EUA, eu recomendo que se faça sempre, ao sair do país. Não sei te dizer qual seria o melhor, porque, felizmente, nunca precisei usá-los – acabo escolhendo a cobertura mais básica e o melhor preço. Qualquer agente de viagens vende esses seguros, Ok?

  30. Eu amo musicais e na minha próxima encarnação quero ser atriz/cantora de musical. Hahahaha.

    Bom, um musical que me emocionou muito é o Billy Elliot. Vale a pena, tem cenas marcantes!

  31. Oi Carla,
    Li aqui que vc comprou bilhetes para a Broadway com desconto pelo site playbill. Segui sua dica e acabei me cadastrando neste site e consegui comprar alguns com ótimos descontos. É só isso mesmo? Eu preciso apenas estar cadastrada para ter esses descontos? É que eu achei muito simples e fiquei meio desconfiada… Eu imprimi os códigos das peças que comprei..agora é só ir a bilheteria e restirar os ticktes?
    Obrigada!
    Cinthia

    Obs. Desculpa ter colocado o comentário no post sobre BAs!

  32. Oi, Cinthia! Obrigada por ter trazido o comentário pra cá! 😉

    Você fez o processo todo certinho, é isso mesmo. Basta estar cadastrada para receber os descontos. Mas fique de olho nas mensagens, porque os melhores descontos acabam depressa. E é importante ficar atenta na hora de escolher datas e lugares porque, uma vez comprados os ingressos não podem ser reembolsados, Ok?

  33. Oi Carla,

    Muito Obrigada!!
    Consegui lugares ótimos! A sua dica foi 10!
    Um abraço,
    Cinthia

  34. Ah…eu não esperei receber email da Playbill pra comprar pq eu já viajo na semana que vem. Eu entrei na página de descontos e comprei a partir de lá mesmo. Dá na mesma, né? rs…
    Só que eu percebi que qdo vc recebe o email da Playbill, o desconto é maior. Acabei de receber o email do Come Fly Away e está $10 mais barato do que comprando direto pelo site.
    Um abraço,
    Cinthia

  35. É isso mesmo, Cinthia! Quando você pode ficar esperando pra receber as ofertas, os descontos são maiores, sim. Mas comprar direto no site da Playbill já vale muito a pena!

  36. Gostaria de saber com quanto tempo de antecedência posso comprar os meus ingressos para assistir espetáculos da Broadway. Irei para NY no dia 10 de maio. Será que já posso comprar os ingressos agora? Não tem data para expirá-los?

    • Arianne, você pode comprar os seus ingressos com antecedência de meses até… Os ingressos vêm com data e hora marcadas, ou seja, não há risco de expirar, não. Siga os passos que ensinei no post para conseguir alguma oferta legal, Ok? 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *