Uma semana na Serra Gaúcha III – Os Aparados da Serra

Uma região da Serra Gaúcha que eu ainda não visitei comme il faut é a região dos Parques Nacionais dos Aparados da Serra e da Serra Geral, na divisa entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Explico:  nas duas vezes em que fui até lá, fiz um bate-e-volta a partir de Gramado, o que é super hiper mega cansativo…

Igreja de Cambará do Sul

Igreja de Cambará do Sul

A pequena cidade de Cambará do Sul fica a cerca de 2 horas de carro de Gramado, e é a principal base para aqueles que querem se aventurar pelas trilhas dos parques. Em 2002, eu e a Cláudia fizemos uma verdadeira loucura – saímos de Gramado de manhã bem cedinho, chegamos a Cambará antes das 8 da manhã e fizemos visitas aos dois parques no mesmo dia…  De manhã, fomos ao Cânion da Fortaleza e fizemos a Trilha do Mirante e a Trilha da Pedra do Segredo, com direito a ver a linda cachoeira do Tigre Preto. Voltamos a Cambará, almoçamos um sanduíche rapidinho e partimos pro Aparados da Serra, onde fizemos as Trilhas do Cotovelo e do Vértice. Nem sei como chegamos  inteiras de volta a Gramado, mas me lembro bem que o nosso estado no fim do dia era absolutamente lamentável… 😳

Aparados da Serra

Aparados da Serra

Em 2005 fizemos também um bate-e-volta, mas visitando apenas o Cânion do Itaimbezinho e suas duas trilhas principais – a do Cotovelo e a do Vértice. São trilhas largas e planas, bastante fáceis, ideais para quem quer experimentar as belezas da região sem muito esforço.

Cânion do Itaimbezinho

Cânion do Itaimbezinho

Reparem só no rio que corre no fundo do cânion – é o Rio do Boi, e pode-se fazer uma trilha que acompanha o seu curso. Para as trilhas mais simples, como as duas que eu fiz, não é mais necessário o acompanhamento de um guia, já que são bem sinalizadas. Para as mais complexas, como as travessias dos cânions, é preciso contratar os serviços especializados. Na primeira vez, como ia fazer os dois parques no mesmo dia, contratei a Cânion Turismo, uma agência de Cambará – e recomendo muitíssimo. Vale a pena dar uma olhada nas descrições das trilhas no site deles… 😉

Cânion do Itaimbezinho

Cânion do Itaimbezinho

Cânion do Itaimbezinho

Cânion do Itaimbezinho

Mas, se eu fosse voltar hoje, não faria igual… Eu passaria ao menos uma noite – de preferência duas – hospedada em grande estilo no Parador Casa da Montanha, para visitar os parques com um pouco mais de calma, além de curtir o clima bucólico e a boa comida da região… 🙂

44 thoughts on “Uma semana na Serra Gaúcha III – Os Aparados da Serra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *