Mais sabores de Lima

O centro histórico de Lima guarda ruas de pedestres – pasajes y paseos – que convidam a caminhar sem pressa, observando a arquitetura, o movimento de ir e vir dos pedestres apressados…

Pasaje Santa Rosa - fonte: http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=427053

Pasaje Santa Rosa (clique aqui para ir à fonte)

Foi assim que descobrimos um café bem gostoso onde fizemos um lanche no dia em que fomos à Plaza de Armas. O café é esse à direita na foto – não sei se mesmo lá eu prestei atenção no nome dele, que feio… 😳

Paseo los Escribanos - fonte: http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=427053

Paseo los Escribanos (clique aqui para ir à fonte)

O café “sem nome” se mostrou um recanto bem agradável, e imagino que seja super gostoso ficar do lado de fora quando a temperatura está mais amena. Em pleno inverno não chegamos nem a cogitar a possibilidade…

A varanda do café "sem nome"...

A varanda do café “sem nome”…

E o interior do mesmo café "sem nome"...

E o interior do mesmo café “sem nome”…

Aqui provamos um sanduí­che de lomo saltado – quase um fast food!

Lomo saltado versão (quase) fast food!

Lomo saltado versão (quase) fast food!

E uma deliciosa palta a la reina, uma receita tradicional peruana:

Palta a la Reina

Palta a la reina

Em outro ponto da cidade, de volta a Miraflores, um outro restaurante que também nos marcou positivamente foi o La Tiendecita Blanca Café Suisse. Esse nós descobrimos totalmente por acaso – vimos um toldo verde bonitinho enquanto estávamos atravessando a rua e fomos conferir. Pois era essa delícia de restaurante… 😉

O aconchego do La Tiendecita Blanca

O aconchego do La Tiendecita Blanca

Pouco depois que voltamos de viagem, a minha tia leu um livro peruano (e me emprestou depois!) que se passa em Lima: A hora azul, de Alonso Cueto. Pois não é que o protagonista freqüentava não apenas o La Tiendecita Blanca, mas também o Café Café do Shopping Larcomar? 😉

Almocinho light... 8)

Almocinho light… 😉

E não podia faltar uma chifa, claro… As chifas são restaurantes chineses à moda peruana, digamos assim… Os pratos são híbridos, culinária chinesa com toques peruanos, resultado da forte imigração oriental para o Peru. Infelizmente as minhas fotos não ficaram muito boas, não…

Chifa Hong Kong - simples, mas uma delícia!

Chifa Hong Kong – simples, mas uma delí­cia!

Esse frango xadrez da foto era bem mais bonito pessoalmente… :mrgreen:

Frango xadrez à peruana... ;-)

Frango xadrez à peruana… 😉

Para terminar, deixo uma dica não muito exata aos que quiserem fazer um lanche quando forem visitar o Museo de Oro – mas também não sei o nome do lugar… Descobrimos uma padaria / confeitaria deliciosa na avenida paralela à rua do museu, enquanto aguardávamos a hora em que o museu iria abrir. Mas, falha minha, mais uma vez nem sei se prestei atenção no nome do lugar… (Se alguém for se aventurar, ao menos eu garanto que os doces são deliciosos!)

Pãezinhos maravilhosos...

Pãezinhos maravilhosos…

Doces apetitosos...

Doces apetitosos…

Então, esse é o ponto final da novelinha peruana – ufa, até que enfim!, imagino que muitos devem estar pensando… Muitas informações se perderam, outras perderam a validade, mas foi bom contar a historinha.

Para prosseguir a viagem, vale consultar o post enciclopédico que o Riq fez no Viaje na Viagem, listando todos os blogs da comunidade onde encontramos narrativas de viagens ao Peru! 😀

26 thoughts on “Mais sabores de Lima

  1. Carla, as ruas para pedestres no centro de Lima são um charme, né? Se bem que eu sempre adoro “peatonais” em qualquer lugar! 😉

    Agora que o trabalho está finalizado, qual a próxima saga que você vai nos contar?

    Ah! Agora o Viaggiando tem domí­nio próprio e está cheio de pequenas novidades. 😀

    Beijos!

  2. Olá Carla! sou repórter da revista Crescer e vamos publicar uma matéria sobre o turismo com crianças em Buenos Aires. Li os sus posts e gostaria de saber se você pode nos dar algumas dicas de passeios, compras… Pode entrar em contato comigo o mais rápido possível, por favor? como não encontrei seu e-mail, achei mais fácil deixar um post aqui no blog. Abraço!

  3. Camila, cheguei hoje a Buenos Aires para dar início à nova saga, a saga patagônica… 😉 Devo começá-la assim que chegar de volta, logo depois do Carnaval!

    Drielle, eu não tenho dicas diferentes das que publiquei aqui no blog… Pode citar o que está aqui – é só dar a referência, Ok? 😉

    Eu não disse que ia terminar, Arthur?!? Agora continuo devendo só a novela californiana… 😳

  4. Oba!! Você já está em Buenos Aires! Traz notícias fresquinhas para nós ok?? Estou trabalhando no planejamento da minha ida em março. Vou até deixar “umas perguntinhas” no post relacionado hehehe.
    ADOREI seu relato de Peru e também já salvei tudinho. Carla, qual seu método para lembrar de cada detalhe da viagem?? Diário ou memória boa mesmo??

  5. Carla, parabéns!!! Talvez eu faça o roteiro em julho/agosto próximo, vamos ver…
    E a prestação de contas? Aquele resuminho básico, muito precioso?
    Desculpa a ousadia, você deixou todos muito mal acostumados com a informação completa em mãos.

  6. Carla, gostaria de seu e-mail para tirar umas dúvidas sobre uma viagem de 2007 para o Chile. Penso em fazer o mesmo roteiro, mas antes gostaria de saber sua opinião para algumas coisas, seria de grande ajuda!
    Muito obrigada!

  7. Jussara, eu tenho um caderninho onde anoto todos os lugares onde fui a cada dia, inclusive os restaurantes, bares e cafés e também todos os gastos. Juntando o caderninho com as fotos fica fácil dar uma ajudinha pra memória… (Eu até tenho boa memória, mas depois de um tempo as informações se embaralham – só mesmo com uma ajudinha externa!)

    Rosa, você leu os meus pensamentos! Essa semana mesmo estava me lembrando de que preciso fazer aquele balanço geral para não deixar a novela peruana incompleta! Prometo que sai assim que eu voltar pra casa! 😉

    Mari, acho que você ia curtir Lima muito mesmo… E eu fiquei louca pra voltar, depois de escrever esses posts!

    Josiane, Marcos, Loo, que bom que vocês gostaram!

    Laila, pode postar as suas dúvidas lá no post do Chile que eu te respondo, pode deixar!

    Wanessa, a Saga Patagônica vem em seguida! (Esse apelido vai pegar…) 😉

  8. Olá, Carla, tudo bem? Acompanha seu blog e agora me deu uma grande vontade de conhecer o Peru. Com posts como o seu e o do Ernesto, publicado no Viaje na Viagem, é impossível resistir, não? Peru é um destino acessível? Beijo.

  9. Super acessí­vel, Érica! A parte mais cara da viagem é a passagem aérea – se você tiver milhas para gastar, esse é um ótimo fim para elas! Os hotéis são também relativamente em conta, e a comida e o transporte são bem baratos para nós… 😉

  10. Seu blog é maraa!e tava vendo aqui que vc fez uma viagem à  California, que eu farei em Julho/2010. E adoraria que vc conseguisse colocar a sua novelinha aqui com suas impressões e dicas!
    Tenho um roteirinho e ficarei 15 dias, chegarei em SF, irei para LA, SD e por fim em LV.
    Obrigada
    Carina

  11. Carina, não tenho nem previsão de quando vou postar a viagem à Califórnia… Mas, se você quiser trocar idéias, podemos conversar sobre isso lá naquele post do roteiro, Ok? 😉

  12. Carla, Muito bom ! parabéns, estou encantada, quero conhecer estes lugares…tenho apenas 6 dias…preciso me programar, que sugestão você me dá?

    • Zelma, com 6 dias você consegue desbravar Lima muito bem e sem pressa. Mas, se você tiver planos de ir também a outras cidades, conte aqui quais são e vamos pensar na melhor distribuição, Ok?

      • É então…gostaria de conhecer também o vale sagrado e Machu Pichu, já sei que vou precisar de mais dias…
        Pelo que vi na fotos Lima, pareceu-me uma cidade muito tranquila, estou certa? e artesanato compras? tem coisas interessantes para ver e/ou trazer!?

        • Sim, acho que você vai precisar de mais dias para aproveitar bem… Calcule uns 3 dias para Lima, 2 para Cuzco, 1 para o Vale Sagrado e 1 para Machu Picchu.

          Lima tem seus recantos tranqüilos, mas é uma grande cidade, bastante movimentada. O artesanato peruano é muito bacana – os preços costumam ser melhores em Cuzco do que em Lima.

  13. Obrigada mais uma vez Carla, vou me organizar com os dias, pois não quero perder nada…
    você acha que vou conseguir me virar bem para me comunicar…meu portunhol é daqueles ne!
    Para comer nos restaurantes? , é muito dificil se virar com os cardápios?

    Grata bj Zelma

  14. Pingback: Bolívia e Peru – o índice da viagem | Idas e Vindas – Viagens e Aventuras

  15. Pingback: Dicas do Peru – Balanço geral: Alimentação | Idas e Vindas - Crônicas de Viagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *