Saboreando Montevidéu

Minhas idas recentes a Montevidéu foram, por assim dizer, passagens-relâmpago. Não cheguei ainda a fazer várias atividades que pretendo fazer em uma próxima vez, como a visita guiada ao Teatro Solis ou uma escapada a uma vinícola, por exemplo.  Mas tenho tido a oportunidade de experimentar alguns bons restaurantes… 😉

O restaurante Azzurro e sua vista para o "mar"

O restaurante Azzurro e sua vista para o “mar”

Um deles, que eu já conhecia da viagem de 2007, é o Azzurro, no Hotel Cala di Volpe. Fomos almoçar lá em abril, antes de seguir viagem para Punta. O ojo de bife fez bastante sucesso com o grupo…

A boa carne uruguaia

A boa carne uruguaia

E foi aqui que descobrimos, totalmente por acaso, o meu vinho favorito dos últimos tempos – o Tannat Viejo 2007 da Bodega Stagnari. Uma perfeição! 😀

Tannat Viejo 2007, da Bodega Stagnari

Tannat Viejo 2007, da Bodega Stagnari

Agora em agosto também tive a chance de ir a ótimos restaurantes. O primeiro deles foi uma dica que o JB deixou lá n’O Descobrimento da América +, o Francis, pertinho do nosso hotel em Punta Carretas.

O restaurante Francis, em Punta Carretas

O restaurante Francis, em Punta Carretas

O restaurante é mesmo uma delícia – o ambiente é lindo, super transado e aconchegante…

Muito aconchegante esse ambiente!

Muito aconchegante esse ambiente!

E a comida não fica atrás – deliciosa!

A famosa merluza negra

A famosa merluza negra com molho de beringelas e azeite

Um suculento lomo ao vinho e gorgonzola

Suculentos medalhões ao molho de jerez, gorgonzola e sálvia

Os preços são mais altos do que os que encontramos em Buenos Aires, mas compatíveis com os que vemos por aqui, ou seja, a festa montevideana acaba sendo um pouco mais comedida do que a festa vibana… :mrgreen:

Um outro restaurante que me encantou foi o Ricci, também a poucos minutos a pé do hotel, na Calle Joaquín Nuñez, em Punta Carretas. O casarão pintado em um tom de uva maravilhoso chamou a minha atenção desde a primeira vez em que passei por ele de táxi.

O restaurante Ricci, em Punta Carretas

O restaurante Ricci, em Punta Carretas

O interior também é de muitíssimo bom gosto…

O Ricci

O lindo interior do Ricci

Descobrimos lá que o casarão funcionava como um pequeno hotel-boutique até certo tempo atrás.

Noite de domingo - o Ricci ainda vazio

Noite de domingo – o Ricci ainda vazio

Como teriamos que acordar no meio da madrugada para tomar o vôo de volta para casa, achamos melhor não pedir vinho.

Sempre Patricia... ;-)

Sempre Patricia… ;-)

A sopa de cebola que pedimos de entrada estava delicadíssima – e bem divertida, com uns toques de pimenta rosa…

A deliciosa sopa de cebola do Ricci

A deliciosa sopa de cebola do Ricci…

E o ravioli de abóbora, impecável!

E o excelente ravioli de abóbora

… e um excelente ravioli de abóbora!

O Ricci regula em preço com o  Francis – proporcionalmente, aliás, acho que é até um pouco mais caro. Nossa conta foi um pouco mais baixa, mas não tomamos vinho nem pedimos sobremesa… Não é nada fora do padrão brasileiro – apenas, como eu disse acima, não se compara aos preços super baixos que encontramos em Buenos Aires… 😉

14 thoughts on “Saboreando Montevidéu

  1. Pingback: Viajando na Blogosfera: América do Sul

  2. Que bom que você esteja promovendo Montevidéu, é uma cidade que merece ser visitada e saboreada.

  3. Merece mesmo, Bernardette, eu concordo! Aliás, o Uruguai é um país tão interessante, e ao mesmo tempo tão subaproveitado… 😉

  4. Oi CArla, Parabéns pelo bonito trabalho…e que trabalho hein.

    Eu também adoro viajar e, como minha mulher somos enófilos e amo viajar aos nossos paises vizinhos, principalmente para fazer enoturismo.

    Nós nunca fomos ao Uruguay e, programei uma viagem para a primeira semana de Dezembro a Montevideo. VAmos ficar no Cala di Volpe (voce me convenceu…).

    Como já disse, é nossa primeira vez em Montevidéo e não conhecemos absolutamente nada por lá.

    Por enquanto, agradeceria muitissimo se vc pudesse dar algumas dicas sobre: vinicolas (enoturismo); restaurantes; comprinhas pra mulherada…e, principalmente aqueles toques de onde NÃO IR…e CUIDADOS a TOMAR..

    Chegaremos na 4a. feira e retornaremos no domingo (01 a 05/12).

    Obrigado pela atenção e até mais.

    Sergio Campos

  5. Carla adorei seu site!!! Ótimas dicas e fotos lindas. Ontem aproveite a promoção da GOL e vamos a Montevideo agora em abril (mais barato que voar no Brasil).

    Não conheço o Uruguai e espero conseguir curtir bastante de suas dicas … inclusive os restaurantes e o vinho TANATT.

    Boa viagem VOLTA AO MUNDO … vou curtindo daqui pelos posts e fotos!!!

    Abçs

    Glaucia

  6. Carla, essa é para especialistas: como um vegetariano sobrevive no Uruguai?! Estou indo para Montevideo e Colonia e estou entrando em pânico, pois tudo que vejo é carne, carne, carne… você tem alguma recomendação? Terei que sobreviver à base de barrinhas de cereais? hehehe

    beijos, adoro o seu blog!

  7. Parabéns pelo Idas e Vindas!

    Passo por aqui porque acessei as infos sobre onde comer em Montevideo!!!

    Acho que seria muito legal se vc colocasse os preços que vc pagou, para termos uma idéia de custos.

    Abraços,

    Sue

    • Bernardette, eu nunca me hospedei em Pocitos, mas sei que é uma localização super recomendada. O que me agrada muito na localização do Cala di Volpe é que ele fica em frente à praia (ou seja, tem a vista bonita e a facilidade de ir caminhar na orla) e a apenas uma quadra de distância do Shopping Punta Carretas, o que acho muito prático… 😉

  8. Olá pessoal, roubaram a bolsa de minha esposa nas proximidades do mercado del puerto, na cidade velha (arrancaram a bolsa em uma esquina e fugiram covardemente), duas quadras do mercado. Muito cuidado ao caminhar por aquela região, e também, na rambla, ali perto, onde tem um campo de futebol. Tem um posto policial nas proximidades, mas isto não intimida em nada os meliantes. Eles dominam ali. A policia nem da muita importância quando ocorrem assaltos. Infelizmente, aquela região da cidade velha virou um antro de marginais. Principalmente aos domingos, em que as ruas por ali ficam bem desertas, eles fazem a festa. Comigo ocorreu em um domingo, 05/05/2013, 12:30. Depois disto li vários outros relatos de assaltos naquela região, inclusive durante o dia, em dias de semana, e até a mão armada! Ou seja, se for ao mercado del puerto, vá de taxi. Conversando depois com os cidadãos de montevideo, eles confirmaram que lá está muito perigoso. Tivemos sorte, pois recuperamos os documentos através da polícia, e a bolsa não tinha nada de muito valor. Mas muito, muito cuidado com aquela região. Tive a impressão de que as proximidades do estádio centenário pode oferecer algum risco também. Deixe seu passaporte original no hotel, e ande com uma cópia, e mulheres, bolsa, de forma nenhuma. Eles são muito rápidos, e dificilmente dá pra evitar, por que eles ficam te esperando nas esquinas, quando você menos espera! Fica a dica, e boa viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *