Tambo El Sosiego – Fazenda Lapataia

Na tarde desse mesmo dia, pegamos o carro e tomamos o rumo de Punta Ballena. Nossa primeira parada foi no Tambo El Sosiego, a fazenda onde é produzido o doce de leite Lapataia.

Adoro as vaquitas!!!

Não foi muito fácil chegar até lá – mesmo porque o GPS não ajudou… É preciso seguir a estrada na direção de Montevidéu até uma rótula, onde há indicação para a Fazenda Lapataia. O GPS não funcionou bem nessa área – e a fazenda não consta na lista de atrações instalada no aparelho…

A simpática vaquinha na entrada da fazenda

Por fim, resolvemos desligar a vozinha irritante da “espanhola” (o apelido que demos ao GPS…) e passamos a confiar só no GPS interior de Paulinho – deu mais certo… 😉

Entrada do Tambo El Sosiego (Fazenda Lapataia)

Não achei o passeio muito interessante, não… Mas imagino que seja excelente para quem está com crianças, que ficariam vidradas nos animais e na diversão ao ar livre disponí­vel por lá. Para nós, a Lapataia era só um pit stop no caminho para o outro programa da tarde – e o que nos tinha atraí­do, que era ver a produção do doce de leite, deixou um bocado a desejar…

A produção artesanal das vaquitas

Fiquei meio decepcionada porque só vimos algumas funcionárias trabalhando na produção das vaquitas – nada de visitas guiadas ou similar… Ao mesmo tempo, pude entender porque é tão difí­cil encontrar os tais docinhos fora de Punta – com uma produção tão artesanal, não dá pra distribuir os doces para o paí­s inteiro, mesmo que esse paí­s seja pequeno como o Uruguai… Mas fiquei feliz por descobrir que as vaquitas estão à venda no free shop do Aeroporto de Carrasco! 😉

O doce de leite Lapataia é um dos mais premiados do Uruguai, mas está longe de ser uma unanimidade. Só no nosso grupo de amigos, algumas pessoas realmente gostaram bastante do Lapataia, outras preferiram o Conaprole ou o Los Nietitos. Quanto a mim, sou maluca pelas vaquitas – mas se o assunto for doce de leite cremoso, sou fiel ao velho e bom La Serenisima estilo colonial argentino… 8)

10 thoughts on “Tambo El Sosiego – Fazenda Lapataia

  1. Olá Carla, tem vaquitas pra vender nos free-shops de Rivera também, na fronteira com o Brasil, costumamos trazer uma ou duas caixas e não costuma durar muito, hehehe.

    Meu voto de mejor dulce de leche vai pro Lapataia, mas confesso que é uma escolha super difí­cil ;o)

  2. Rodrigo, eu trouxe uma caixa só – ah, se arrependimento matasse… 😉 (Entre os uruguaios, o meu voto também vai pro Lapataia!)

  3. Uma vez vibana, sempre vibana, claro que seu doce de leite preferido so poderia ser argentino.
    Esse seu roteiro em Punta e de dar agua na boca

  4. Oi Carla!

    Já estive em Punta, mas não achei nada demais. Acho que eu esperava um nordeste uruguaio.

    Lendo seus posts, vou rever meus conceitos e dar mais uma chance à cidade.

    Cheguei aqui através do VnV, e na verdade gostaria de saber se vc teria um bom agente de viagens para me indicar.

    Há anos só viajo por conta própria, mas algumas tarifas aéreas parecem que só se materializam com a ajuda de um profissional.

    Espero que vc possa me dar um help.

    Obrigada!

  5. Daniela, eu tenho uma boa agente, que, aliás, é minha amiga de infância: o nome dela é Sabrina, e o telefone é (21) 2622-1651.

  6. Carla,

    Super obrigada!!!

    Minha mãe viajou empacotada com um grupo do trabalho e fiquei impressionada como a agente é péssima.

    Apesar de não a conhecer pessoalmente, sei o quanto vc entende de planejamento, então anotei o telefone da Sabrina como um tesouro.

    🙂

  7. Carla,

    Foi você que esteve em Mendoza (vi algo a respeito no VnV) ?

    Vim até o Idas e Vindas e nada encontrei !

    Qual blog e/ou site me indica para ver dicas sobre o que fazer em Mendoza (fora do roteiro de vinhos) ?

    Grato,

    Carlos.

  8. Fui eu, sim, Carlos. Aqui no I&V ainda não tenho nada sobre Mendoza, mas até o fim deste mês vou ter, garanto. Mas, se você está procurando algo fora do roteiro de vinhos, acho que este aqui não vai ser o canal, não… Eu fiquei só 2 dias na cidade, e tudo o que fiz estava relacionado a vinhos, vinícolas e tal…

  9. Daniela, a Sabrina é ótima para baixar custos, principalmente em termos de passagens aéreas. Eu faço todo o meu planejamento e entrego a ela – e ela sempre acaba conseguindo baixar um pouco o valor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *