Sexta escala: Puerto Chacabuco

Navegamos por 2 dias consecutivos, sem nenhuma novidade na paisagem externa a não ser uma curiosidade – vimos os destroços de um naufrágio…

A única atração externa em 2 dias…

Finalmente chegamos então a Puerto Chacabuco.

Bem-vindos a Puerto Chacabuco!

Essa escala era a mais misteriosa para mim. Nunca tinha ouvido falar nesse lugar, e não foi muito fácil descobrir informações na Internet…

O Norwegian Sun ancorado em Puerto Chacabuco

Puerto Chacabuco e sua vizinha Puerto Aysén são as portas de entrada de uma das regiões mais bucólicas e menos visitadas da Patagônia – a Patagônia Aysén. A cidade “grande” mais próxima é Coyhaique, que fica a quase 80 km de distância.

As ruas tranqüilas de Puerto Chacabuco

Desembarcamos e demos uma volta a pé pela cidade. As conclusões a que chegamos em poucos minutos de passeio foram que:

1. As paisagens são belí­ssimas!

2. Não há nada pra fazer além de admirar as tais paisagens belí­ssimas… 😉

Paisagem belí­ssima com picos nevados

Paisagem belí­ssima com mata

Paisagem belí­ssima com barquinho… 😉

Ao fim do passeio chegamos ao Mirador Chacabuco, em frente ao Hotel Loberí­as del Sur, que me pareceu ser o único da cidade…

Hotel Loberí­as del Sur

Como já tí­nhamos passado 2 dias navegando, e a perspectiva de um dia em terra firme não poderia ser frustrada por falta de passeios, decidimos tomar um ônibus até Puerto Aysén, a apenas 15 km de distância.

Paisagem belí­ssima no caminho para Puerto Aysén

Puerto Aysén é uma cidade um pouco “menos pequena” do que Chacabuco. Tem uma Plaza de Armas bem bonita:

Plaza de Armas de Puerto Aysén

E tem também agências que oferecem passeios que devem ser bem interessantes para os que curtem esses roteiros de ecoturismo – trilhas, cavalgadas e afins. Não é a minha praia – mas, dada a oferta de paisagens belí­ssimas ( 😉 ), deve ser uma opção super bacana para os que gostam desse tipo de passeio.

Deixando Puerto Chacabuco

No iní­cio da tarde partimos novamente.

Paisagem belí­ssima com céu azul…

Só pra não perder o costume, navegamos por uma sucessão de paisagens inacreditáveis. Fazia um frio enlouquecedor, mas o dia estava lindo – nuvens branquinhas, uns rasgos de céu azul e sol. Não vou nem tentar descrever as imagens, nem me arrisco a legendar as fotos – melhor deixar que a beleza da região dos fiordes chilenos fale por si só…

Ao fim do dia ainda fomos brindados com um entardecer de cores suavemente maravilhosas…

Continuamos margeando a costa ao longo da noite, com destino à próxima escala: Puerto Montt.

6 thoughts on “Sexta escala: Puerto Chacabuco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *