Cruzeiro à Patagônia, com esticada a Santiago, Mendoza e Buenos Aires: índice da viagem

A bordo do Norwegian Sun

Para finalizar, vamos então ao índice de posts sobre essa viagem, em ordem cronológica:

Viagem à Patagônia: roteiro

Viagem à Patagônia: orçamento

BUENOS AIRES E DELTA DO TIGRE

Hotel Lafayette, Buenos Aires – resenha

Tigre: indo e vindo – como chegar ao Delta do Tigre por conta própria

Tigre: dessa vez eu gostei!

Esquina Carlos Gardel – resenha

Manhã de domingo em San Telmo

NAVIO NORWEGIAN SUN

A bordo do Norwegian Sun

Norwegian Sun – entretenimento

Norwegian Sun – restaurantes

Norwegian Sun – mais algumas fotos

URUGUAI

Primeira escala: Montevidéu

PATAGÔNIA ARGENTINA I

Segunda escala: Puerto Madryn & Península Valdés

ILHAS MALVINAS / FALKLAND ISLANDS

Terceira escala: Islas Malvinas ou Falkland Islands?

PATAGÔNIA ARGENTINA II

Dobrando o Cabo Horn

Quarta escala: Ushuaia

PATAGÔNIA CHILENA

Quinta escala: Punta Arenas

Sexta escala: Puerto Chacabuco

Sétima escala: Puerto Montt

Última escala: chegada a Valparaiso

SANTIAGO

Hotel Neruda, Santiago – resenha

Dois dias em Santiago

MENDOZA

Dois dias em Mendoza

Hotel Argentino, Mendoza – resenha

Familia Zuccardi

Uma visita à Catena Zapata

Cavas Wine Lodge

BUENOS AIRES II

De volta a Buenos Aires: uma noite no Urban Suites Recoleta

Chá das cinco… y otras cositas más

 

 

28 thoughts on “Cruzeiro à Patagônia, com esticada a Santiago, Mendoza e Buenos Aires: índice da viagem

  1. Parabéns pela serie esta muito bacana 😉 bjs e aproveito para desejar um super feliz natal

  2. Oi Carla,

    Adoramos suas dicas e disponibilidade

    Gostariamos de saber se é possível comprar, de última hora, passagens de ônibus de Bariloche para Buenos Aires. Chegaremos no dia 07/03 à noite em Bariloche e queremos partir no dia 09/03 para Buneos Aires. Você acha necessário comprar com atencipação? Caso positivo, nos dê alguma dica.

  3. Olá Carla,

    Adorei tudo oq esta escrito por aqui, a vontade de viajar só aumenta rsss..

    Comprei passagens Brasilia/Santiago/Brasilia de 30/07 a 13/08 e o meu roteiro ate o momento é o seguinte:

    – 30 e 31/07: Santiago;

    – 01 a 4/08: Calama de avião, passeios no deserto;

    – 05/08: passeio deserto/vôo Calama para Santiago/Carro Santiago para Chillán;

    – 06 a 09/08: esqui, piscinas, passeios;

    – 10/08: esqui/ Carro Chillán para Santiago;

    – 11 a 13/08 Santiago.

    Gostaria de saber oq acha desse roteiro, sugestões para melhorá-lo, de hospedagem e passeior.

    Abradeço a atenção.

    Abraços,

    Juliana

  4. Juliana, o roteiro me parece muito bom – tenho apenas uma ressalva. Atente para o fato de que a distância de Santiago a Chillán é de cerca de 400 km. Talvez seja melhor nem pensar em passeios no deserto neste dia. Eu tomaria o vôo de volta a Santiago logo pela manhã, de modo a poder chegar em Chillán ainda em um horário razoável.

  5. Oi Carla,

    estou conhecendo agora o site e já estou adorando…

    Irei com meu marido para o Chile de 12 a 23 de setembro, e após ler o relato de sua travessia percebi que em setembro não é interessante ir para Valparíso e Vinã del Mar nessa época. Correto?

    Penso em conhecer Santiago e El Colorado ou Vale Nevado. Agora minha grande dúvida é???? Ir para Pucon e Porto Varas ou conhecer o deserto… O que sugere tendo em vista a época do ano e o curto período para viagem???? Acha que vale a pena fazer um “bate e volta” em Mendonza?

    Aguardo ANSIOSA a resposta!!!

    Desde já obrigado!

    Abrços,

    Bruna

    • Bruna, você vai no final do inverno / início da primavera – se você der a sorte de pegar dias bonitos, pode aproveitar a sua visita ao litoral, sim. Eu passei por Viña e Valparaiso em um dia bem nublado, e achei muito triste conhecer um balneário assim, sem sol… Isso se aplica mais a Viña do que a Valparaiso, que tem várias atrações que independem da beleza natural.

      Setembro é uma boa época tanto para o sul quanto para o norte. Qualquer que seja a sua escolha, acho que você vai curtir bastante.

      Sobre o bate-e-volta a Mendoza, só aconselho se você puder ficar por lá ao menos 2 dias. Eu fiquei 2 dias e achei que deveria ter ficado o dobro pra aproveitar bem – então não aconselho uma visita às correrias, não… 😉

  6. Bruna, só pra te deixar mais tranquila, fui para o Chile na mesma época que você está planejando, mas em 2009 e não pegamos nenhum dia nublado ou chuvoso. Só sol! Vina e Valpo estavam maravilhosos, assim como o Atacama e o Sul do Chile. Porém, se prepare para o vento e o frio dessa época do ano. Mas fique tranquila, que nada disso é capaz de atrapalhar uma viagem tão maravilhosa dessa. O país é simplesmente apaixonante.

    Carla, o seu site foi o que mais me ajudou a encontrar os lugares mais lindos pra se visitar no Chile! E agora recomendo para todos os amigos que desejam viajar!

    Muito obrigada pela contribuição e boa viagem pra vc!

  7. Carla e Maira,

    muito obrigada pelos comentários!!! Já estou mega ansiosa pela viagem… assim que eu fizer um roteiro envio para que possam me ajudar mais!! 😉

    Mais uma vez parabéns pelo site!

    Bruna

  8. Olá Carlo,

    quanto mais leio, maior é a vontade de viajar logo, mas também fico com mais dúvido para qual região ir…

    Estou com passsagem comprada para Santiago de 12 a 22 de setembro, eu e meu marido. Pensei em passar de três a quatro dias em Santiago fazendo trip-day: primeiro dia em Valparaíso e Viña, segundo em El Colorado ou Vale e um ou dois dias para Santiago…

    Dúvida 1: Na sua opinião ficou 1 ou 2 dias em Santiago?

    Dúvida 2: Acha que vale a ir para Viña e Valparaíso ou devo aproveitar esse dia para outro local?

    Seguem as dúvidas após Santiago…

    Dúvida 3: Acha eu nos dias restantes dá tempo de fazer Pucon (região dos Lagos) e patogônia (ou o deserto) e voltar de avião para Santiago para pegar o Vôo para o Brasil?

    Dúvida 4: Se a resposta da dúvida 3 for não, como acha que posso dividir os dias restantes na região dos lagos até voltar para Santiago?

    Desculpe as mil dúvidas, mas com tantos relatos fico ansiosa para conhecer tudo, mas tb perdida…

    Desde já agrdeço,

    Bruna Toscano

    • Bruna, eu acho que 1 ou 2 dias é MUITO pouco para Santiago… Eu cometi esse erro na primeira vez em que fui, e não foi suficiente. Eu ficaria os 3 ou 4 primeiros dias lá e decidiria lá mesmo se faria ou não algum bate-e-volta ao litoral ou a uma estação de esqui. Digo isso porque só vale a pena ir ao litoral se o dia estiver bonito – e a uma estação de esqui se ainda houver neve. Não dá pra planejar isso com antecedência…

      Nos dias que sobram, dá pra fazer o sul OU o norte, sem problemas – basta vocês escolherem o que preferem… 😉

  9. Oi, Carla tudo bem

    Estarei com meu marido em Santiago nos dias

    15 a 18/09/11 e gostaria de dicas de restaurantes e passeios. Viniculas não são necessárias, pois virei de Mendoza onde ficarei por 4(dias) dias e visitarei várias

    bodegas por lá.

    Sds/

  10. Oi Carla,

    fiz uma prévia do meu roteiro e gostaria muito que me desse opinião quanto a distribuiçao de dias X cidades e também quanto a programação para feita nas cidades…

    ROTEIRO CHILE

    DIA 12/9 Chegada em Santiago 7h

    – Deixar malas no hotel e conhecer a cidade

    DIA 13/9

    – Conhecer Valparaíso e Viña

    DIA 14/09

    – Passar o dia em El Colorado ou Valle Nevado

    DIA 15/09

    -Passeio em Santiago e ônibus de noite para Pucon

    DIA 16/09

    – Pucon: deixar as malas no hotel e conhecer Parque Huerqueue (preciso deixar o passeio fechado daqui?)

    DIA 17/09

    – Subida ao vulcão Villa Rica + Thermas após o vulcão

    DIA 18/09

    – Algum programa em Pucon?????

    DIA 19/9

    – Embarque para P. Varas deixar as malas no hotel e conhecer Puerto Mont e Frutillar

    DIA 20/09

    – Passeio parque Petrohué

    DIA 21/9

    – Vulcão Osorno e Lago de todos os Santos + ônibus para Santiago

    DIA 22/9

    – embarque 12h

    Mais uma vez obrigada pela SUPER ajuda!!!

    Bruna

  11. Ola Carla,

    em janeiro, eu e minha esposa faremos um cruzeiro parecido com o seu. sairemos do chile, passaremos pelos mesmos locais e terminamos no Rio. Gostaria de dicas quanto a roupas, o que levar (especialmento para frio) e qual (ou quais) moeda é melhor de levar.

    obrigado.

    • Zequinha, nos navios a moeda oficial é o dólar – tanto no cartão de crédito quanto em espécie. Para as paradas no Chile, na Argentina e no Uruguai, eu recomendo sacar diretamente da sua conta bancária nos caixas automáticos – para isso, verifique no seu banco se o seu cartão da conta oferece essa possibilidade.

      Quanto à roupa, prepare-se para pegar bastante frio fora do navio. Assim, um bom casacão, luvas, gorros e meias de lã são imprescindíveis. Mas leve também roupas mais leves, já que dentro do navio não faz frio, por causa do sistema de aquecimento.

  12. Olá Bruna! Me desculpe, mas não consegui acessar o site por um tempo e não vi suas perguntas! Agora você já até voltou, né? Como foi a viagem??? Eu tinha um roteiro completo da viagem que fiz e poderia te mandar… uma pena mesmo, mas espero que tenha dado tudo certo! Esse ano estou indo para a Nova Zelândia e agora que voltei as pesquisas aqui na net!

    Carla, você tem algum texto sobre a NZ? Bom, de qq forma vou começar a pesquisar aqui no seu blog!

    • Maira, a Nova Zelândia bem que estava na minha lista quando fiz os planos para a volta ao mundo, mas não consegui encaixar… Então, sou eu que vou ficar de olho nas suas dicas! 😉

      • Olá Carla!

        Eu até queria montar um blog (ou criar um tópico no Mochileiros) com alguma viagem que fiz para retribuir aos que sempre me ajudaram, mas foram poucas e até hoje acabei não fazendo nada. Vc tem alguma sugestão de como seria a melhor forma para eu estar divulgando essas informações?

        Abraços.

  13. Criei coragem e montei um blog! Citei sua página lá! Ainda estou aprendendo, pois sou péssima com essas tecnologias e acabei criando pelo Gmail, que achei mais fácil… Obrigada pelo apoio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *