Dia 3, 28/12 – Lisboa

Mais um meio de transporte utilizado na VAM…

Tiramos o nosso terceiro dia em Lisboa para percorrer a cidade da melhor forma possí­vel: caminhando. Fizemos uma única exceção, que foi tomar o bonde para subir até o Castelo de São Jorge.

O Castelo de São Jorge

O bonde nos deixou no miradouro mais próximo do castelo, o Porta do Sol. Dali caminhamos 2 minutos e nos deparamos com a fila para comprar os ingressos, a 7 euros por pessoa.

A Catedral da Sé

Após a visita ao Castelo, descemos caminhando pelo pitoresco bairro da Alfama. Paramos para visitar a Catedral da Sé, e continuamos até a Baixa.

O Arco da Praça do Comércio

Passamos pela Praça do Comércio e cruzamos a Baixa em direção ao Chiado e ao Bairro Alto.

O Largo do Carmo

Chegamos ao Chiado pelo Largo do Carmo, e dali continuamos o passeio rumo ao Bairro Alto.

O Castelo visto do Bairro Alto

Paramos no Miradouro São Pedro de Alcântara, no Bairro Alto, para apreciar a vista do Castelo ao longe – e nos demos conta de que caminhamos bastante…

Uma das agradáveis ruas do Bairro Alto

Seguimos caminhando pelas ruas agradáveis do Bairro Alto, um tradicional reduto boêmio de Lisboa, e hoje também uma área residencial. Confirmamos a animação local na prática, no dia em que nos encontramos com o Riq e o Nick… 😉

O bar do Pavilhão Chinês

Por falar no Riq e no Nick, mais tarde saí­mos para conferir uma dica que eles tinham nos dado no primeiro dia: o Pavilhão Chinês, um dos bares mais tradicionais do Bairro Alto.

Brinde ao terceiro dia da VAM

Celebramos o terceiro dia da VAM com um Cosmopolitan e um Romanoff… 😉

Café Nicola, na Praça D.Pedro IV (Rossio)

Seguimos então de volta à Praça D.Pedro IV (o nosso D.Pedro I), porque querí­amos provar o bacalhau do Café Nicola, uma indicação da Viagem  & Turismo.

Bacalhau à Nicola – de comer rezando…

Lá provamos o bacalhau mais saboroso de toda a viagem até então – o Bacalhau à Nicola, preparado com molho bechamel, bacon, camarões e batatas. Acompanhado por um vinho tinto, foi uma boa forma de coroar a nossa estada em Lisboa.

11 thoughts on “Dia 3, 28/12 – Lisboa

  1. Carlota!
    Sua viagem tá show!!!
    Sei (pois estou acompanhando), que vc vai para o Porto, não é isso? Então, tenho uma dica…. jante no Dom Tonho, fica na beira do rio. Ele é de vidro e vc pode ficar admirando a cidade iluminada, inclusive a Ponte feita pelo mesmo homem que fez a Torre Eiffel – Gustave Eiffel.
    Fui em 2007 e adorei!
    Beijos!

  2. Arthur, VAMbora foi sensacional!!!

    Tati, nós passamos hoje na frente do Dom Tonho, e achamos super interessante! Estamos gostando muito do Porto!

    V., Paulinho acabou de comentar comigo que achou o seu avatar super legal!

  3. Adorei essa imagem do bacalhau! Já até chamei minha mãe para ver, ela adora ideias novas para bacalhau.

  4. Carla, suas dicas são preciosas demais, anotando tudo.
    O VAMbora do Arthur é espirituoso, combinou bem com o casal!!! FEliz VAM2011!!!

  5. Olha que coincidência, nesta nossa última visita ao meu irmão que mora no Estoril fomos um dia a noite para Lisboa e ao acaso paramos no Nicolas para uma cerveja e comemos um bolinho de bacalhau feito na hora muito bom. Nem tinha no cardápio, foi indicação do garçom. Pena que não tinha lido a dica do bacalhau. Fica pra próxima visita ao marinho. Tenho uma foto do local igualzinha a sua.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *