Passeio e almoço no Museo Larco

Saindo de Huaca Pucllana, tomamos um táxi em direção ao bairro Pueblo Libre, para visitar o Museo Rafael Larco Herrera, onde eu já tinha estado em 2007.

Museo Rafael Larco Herrera

Entrada do Museo Larco

A visita ao museu, um dos mais importantes de Lima, continua sendo um programão. E não está inflacionada – o ingresso custa os mesmo 30 soles que paguei em 2007, com direito a visitar a exposição permanente, as temporárias e o anexo de arte erótica.

A área externa do museu, florida e bem cuidada

A casa principal do museu

Depois da visita ao museu principal e ao anexo, já estávamos até um pouco “atrasados” para o almoço e a fome começou a bater. Aproveitamos então que estávamos em pleno Museo Larco para almoçar no famoso Café del Museo, e foi uma experiência sensacional!

Café del Museo

Embora o interior do café também seja um ambiente muito acolhedor, escolhemos uma mesa na varanda, para aproveitar a vista para os jardins do museu.

A varanda do Café del Museo

Vista para os jardins do Museo Larco

O interior do café, também muito aconchegante

Carla & Paulinho na expectativa de um almoço delicioso… 😉

Escolhemos um cebiche limeño de entrada, acompanhado de uma Cusqueña geladinha.

Uma Cusqueña para começar…

Cebiche limeño de entrada

Como já é o hábito, estudamos o cardápio várias vezes e acabamos escolhendo o mesmo prato… 🙄 No caso, o escolhido da vez foi um belíssimo tacu tacu con lomo saltado, que me dá água na boca só de lembrar…

Tacu tacu con lomo saltado – de chorar… 😉

Para a sobremesa, escolhemos o tradicional suspiro limeño, acompanhado de um cafezinho.

Suspiro limeño y cafezito…

Agora faço meu mea culpa – não sei o que me deu em Lima, mas abandonei toda a minha organização costumeira e não anotei nem sequer o valor de uma continha… 😳 Isso significa que não faço a menor idéia do quanto gastamos no Café del Museo – mas, se serve de consolo, posso dizer que deve ter sido a metade do gastaríamos no Rio de Janeiro…

3 thoughts on “Passeio e almoço no Museo Larco

  1. Carla, acho que posso te ajudar (rsrsrs). Paguei 160 soles neste mesmo ceviche, neste mesmo lomo e ainda comemos um spaghetti com camarões. Não comi o suspiro, mas tomamos o café. Tudo de bom!! Que vontade de voltar a Lima!!!

  2. Pingback: Um fim de tarde no Rosa Náutica « Idas e Vindas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *