Uma caminhada pela Recoleta

Começamos o dia seguinte com uma dúvida: fazer o passeio no Bus Turí­stico naquele dia mesmo ou no dia seguinte? A previsão do tempo dizia que o dia seguinte seria mais ensolarado – e, como é muito mais divertido ficar no andar de cima do ônibus, que é aberto, isso definiu a nossa escolha.

Café La Biela

De todo modo, resolvemos ir até o quiosque de informações turísticas que fica na esquina da Quintana com a Ortí­z, bem em frente ao Café La Biela. A princí­pio, pensamos em já comprar os bilhetes para o dia seguinte, mas fomos informados que só é possí­vel fazer a compra com cartão de crédito pelo site do Bus Turí­stico – como eu compro até copo d’água com cartão de crédito, para juntar milhas, deixei para comprar os bilhetes ao fim do dia… 😉

Café La Biela

Já que estávamos por ali, resolvemos sentar um pouco nas mesinhas do lado de fora do La Biela e tomar um bom café antes de começar o passeio do dia.

Iglesia Nuestra Señora del Pilar

Demos uma volta pela praça, tomamos um pouco de sol, paramos pra admirar o ficus centenário que a cada dia precisa de mais escoras para se manter…

Hotel Alvear

E tomamos então o rumo da Avenida Alvear. Passamos em frente ao Hotel Alvear, entramos na galeria de lojas ao lado para ver as vitrines, e consideramos voltar um dia para o chá da tarde – plano que acabou não se concretizando, infelizmente… 🙁

Ralph Lauren

Seguimos caminhando ao longo da avenida, observando os belos palácios – uns transformados em lojas de grifes internacionais, como o da Ralph Lauren…

Nunciatura Apostólica

… e outros em sedes de embaixadas e afins, como o Palácio da Nunciatura Apostólica.

Brasil…

Quase no fim da avenida, chegamos à Plazoleta Carlos Pellegrini, onde está situada a residência do embaixador brasileiro em Buenos Aires.

Embaixada da França

Logo adiante, está a Embaixada da França, um dos palácios mais belos da região.

Plaza Cataluña

Ao invés de retornar dali mesmo, decidimos descer uma quadra pela Arroyo, até a Plaza Cataluña.

Plaza Cataluña

Depois de curtir a praça um pouco, vendo a vida passar, voltamos pela Arroyo mesmo, descemos a Cerrito e continuamos nosso passeio, agora na direção contrária, seguindo pela Posadas, uma das ruas mais tranquilas e bonitas da Recoleta, na minha opinião.

Patio Bullrich

Entramos rapidamente no Patio Bullrich – não para fazer compras ou ver vitrines, mas porque eu queria mostrar ao meu “marinheiro de primeira viagem a Buenos Aires” a transformação de um galpão de leilão de gado em shopping center…

Patio Bullrich

Poucas quadras depois, chegamos então ao El Sanjuanino para um almoço tardio.

El Sanjuanino

El Sanjuanino

Eu sempre tinha ido ao restaurante apenas para comer as deliciosas empanadas, e nunca para fazer uma refeição “de verdade”.

Empanadas…

As empanadas continuam memoráveis – as minhas preferidas são as de carne picante e de queijo com cebola.

Nosso almoço foi também gostoso, mas desse não guardei registro com fotos… Acho que a fome já tinha batido pra valer! 😉

4 thoughts on “Uma caminhada pela Recoleta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *