Uma visita frustrada ao Rosedal

Na manhã seguinte, usando os nossos novos conhecimentos acerca das linhas de ônibus em Buenos Aires, nos mandamos de volta ao Palermo Botánico, para passar a manhã relaxando no Rosedal… Tomamos um ônibus na Avenida Las Heras que nos levou diretamente à esquina de Figueroa Alcorta com a Avenida Sarmiento, e em cerca de 15 minutos já estávamos caminhando em direção à entrada do parque.

Monumento a los Españoles

Mais uma vez demos muita sorte, porque o dia estava claro, e o sol gostoso e o céu azul convidavam a um bom passeio. Caminhamos ao longo da Avenida Sarmiento, admiramos o Monumento a los Españoles…

“Paseadores de perros” no Parque de Palermo

Vimos cerca de um milhão de cachorros e seus “paseadores” pelos parques…

Parque de Palermo

Como a entrada do Rosedal pela Avenida Sarmiento estava fechada, demos a volta para entrar pelo outro lado…

El Rosedal

Fizemos algumas fotos ao longo do passeio…

Mapa – El Rosedal

E logo tivemos a frustração de descobrir que naquele dia (4a.f.) o parque estaria excepcionalmente fechado para manutenção!!! Normalmente o dia de fechamento seria às 3as., mas na véspera era feriado, e feriados pedem parques abertos… 😉

Club de Pesca – Costanera Norte

Como não adiantava lamentar, mudamos a nossa rota. Há algum tempo eu queria mostrar aos meus pais um dos poucos lugares na cidade de onde se pode ver o Rí­o de la Plata em si, e não apenas os diques do Puerto Madero. E lá fomos nós para a Costanera Norte…

Rí­o de la Plata – Costanera Norte

Fizemos uma breve caminhada ao longo do calçadão e logo encerramos o passeio da manhã. Voltamos à Recoleta para um almocinho próximo de casa e, à tarde, acompanhei o marido à Disney, digo, às lojas de instrumentos musicais da Calle Talcahuano… 😉

4 thoughts on “Uma visita frustrada ao Rosedal

  1. Nao desista. O rosedal e, para mim, um dos lugares mais bonitos de buenos aires. Qdo florido entao, e de chorar.

    • É verdade, Nathalia! O Rosedal florido é mesmo de chorar, já tive a sorte de vê-lo assim uma vez… Mas dessa vez fiquei morrendo de pena porque queria muito mostrá-lo ao marido… 🙁

  2. O Rosedal. Buenos Aires. Bem, nesse mudo digital…tudo se inspira.
    Na minha próxima ida a Bus As…só tirarei fotos em Preto e Branco…fico imaginando os casarões de San Telmo.num dia de Sol…em preto e branco.
    Valeu pelo site. e pelas dicas do meu amado Uruguay..a Gávea do Mercosul…(como costumo tratar).
    saludos!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *