Dia 29, 23/01 (tarde) – Bangkok

A visita ao Wat Phra Kaew e ao Grande Palácio costuma combinar muito bem com a visita a outro dos templos mais visitados de Bangkok, o Wat Pho. Isso porque os dois templos estão situados a uma curtíssima distância um do outro, que pode ser facilmente percorrida em no máximo uns 10 minutos.

Tuk-tuk à saí­da do Wat Phra Kaew

Logo à saí­da do Grande Palácio, a oferta de tuk-tuks e táxis era bem grande, mas nem cogitamos usar qualquer meio de transporte. Felizmente, embora fizesse calor, não estava quente a ponto de transformar uma caminhadinha rápida em suplí­cio, e mantivemos a ideia de ir até o Wat Pho a pé.

A caminho do Wat Pho

Fomos caminhando sem pressa, e aproveitamos pra curtir um pouco a atmosfera dos mercados à beira da rua, com suas barraquinhas onde se encontra de tudo um pouco…

Wat Pho

O Wat Pho é um dos maiores e mais antigos templos de Bangkok. Seu nome oficial é Wat Phra Chettuphon Wimon Mangkhlaram Ratchaworamahawihan, e também é conhecido como Templo do Buda Reclinado.

À entrada do Wat Pho

Wat Pho – oferendas

Em uma área de mais de 80.000 m2, o Wat Pho abriga um acervo de mais de mil figuras de Buda, assim como uma das maiores imagens existentes: o Buda Reclinado, com 15 m de altura e mais de 40 m de comprimento.

Perfil do Buda reclinado

A estátua do Buda reclinado

Folhas de ouro cobrindo o Buda

No mesmo pavilhão em que se encontra a imensa estátua do Buda Reclinado, vimos algumas imagens menores que nos chamaram bastante a atenção – são imagens que vão sendo aos poucos cobertas pelas pequenas folhas de ouro coladas pelos fiéis…

Carla

Detalhes

Todo o espaço do Wat Pho é muito bonito e convida a um passeio tranquilo, para que se tenha tempo de curtir com calma a beleza das construções, e de observar os detalhes, como as lindas portas e janelas dos templos, além da variedade de imagens de Buda.

Um dos muitos templos

Antes de se tornar um templo, o Wat Pho já funcionava como um centro de educação – trata-se, afinal, do local onde nasceu a tradicional massagem tailandesa… Por esse motivo, muitos dos Budas são representados em posições de ioga! 😉

Paulinho e o Buda em posições de ioga

O complexo abriga ainda um mosteiro budista em atividade, onde há monges residentes e uma escola.

Passagem

Budas enfileirados ao longo dos claustros

     

Carla

A Sala de Ordenação me pareceu uma das mais lindas…

Sala de Ordenação

Carla

Deixamos o Wat Pho quase no fim da tarde. Ainda passeamos por um parque muito bonito bem próximo dali…

Parque próximo ao Wat Pho

Parque

Parque

Descobrimos por acaso, e praticamente dentro do parque, um pequeno templo também muito bonito… Mas nem ficamos muito tempo – após as visitas aos dois templos, já estávamos cansados e ainda querí­amos evitar o horário de maior pico no trânsito.

Templo

Chegando de volta ao hotel, fomos surpreendidos por um grupo de músicos fazendo uma batucada esquisití­ssima no lobby do hotel – Batuque no Baiyoke… 😆

Batuque no Baiyoke

Mais tarde, subimos mais uma vez ao observatório no alto do prédio para ver as luzes de Bangkok à noite.

Paulinho

Carla

Decidimos jantar no próprio hotel, na Sky Coffee Shop.

Sky Coffee Shop – Baiyoke Sky Hotel

Pedimos uma bebida diferente – e flamejante! 😉 para comemorar o dia…

Aperitivo em chamas!

O jantarzinho foi básico – apenas um spaghetti para repor as energias!

Jantarzinho básico

Foi um dia cansativo, mas, no geral, uma ótima introdução a Bangkok… 😉

Dica: Para ler um pouco mais sobre os templos de Bangkok, dê um pulinho no blog do JB!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *