Uma visita ao Museo Botero

Já no final da manhã / iní­cio da tarde, a nossa caminhada nos levou ao Museo Botero. A fachada do museu é bem discreta, e quase passa despercebida…

Museo Botero - Bogotá

Museo Botero – Bogotá

O museu abriga as obras doadas por Fernando Botero, artista plástico colombiano, conhecido por seu estilo neo-renascentista contemporâneo, também denominado Boterismo. Traduzindo em linguagem de gente, Botero tem uma predileção por representar personagens gordinhos, que são, literal e figurativamente, fofíssimos… 😉

Botero e uma de suas musas

Botero e uma de suas musas

Dentre as obras expostas no museu está a releitura da Mona Lisa feita por Botero – se não for a sua obra mais conhecida, com certeza figura entre elas…

Releitura "fofinha" da Mona Lisa

Releitura “fofinha” da Mona Lisa

Outras obras...

Outras obras…

A visita vale a pena também pela própria arquitetura do museu, uma construção muito bonita, com seus pátios em estilo espanhol…

Um dos pátios do museu

Um dos pátios do museu

Flores...

Flores…

Outro pátio

Outro pátio

A fonte no pátio...

A fonte no pátio…

Resolvemos aproveitar que o JB tinha dado boas referências do restaurante anexo ao museu, o Café La Manzana, e almoçamos por lá mesmo…

Café La Manzana

Café La Manzana

Pedimos uma taça de vinho enquanto escolhíamos os pratos…

Vinhozinho no Café La Manzana

Vinhozinho no Café La Manzana

… que acabaram sendo, como de costume ( 😉 ) os mesmos…

Spaghetti com vinho - que delícia...

Spaghetti com vinho – que delí­cia…

Nosso spaghetti com brócolis estava muito gostoso – merece até uma segunda foto, mais de perto…

Um close no spaghetti

Um close no spaghetti

Nosso almoço saiu a pouco mais de 55 mil pesos colombianos – em uma conversão aproximada, pouco mais de R$ 60. Achamos bastante razoável, considerando que pedimos vinho… No geral, o restaurante nos pareceu uma excelente opção para uma refeição pós-visita ao museu: simples, correto e com bom preço!

Aliás, esqueci de mencionar um dos pontos fortes da visita ao Museo Botero: é gratuita! 😀

2 thoughts on “Uma visita ao Museo Botero

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *