Dicas do Uruguai: Balanço Geral – Alimentação

Da próxima vez, eu juro que vou ser mais rigorosa, não apenas nas minhas anotações, mas principalmente nas fotos – marinheira de primeiro blog, sabem como é… 😉 Aos que já sabem que vale a pena freqüentar os restaurantes de Buenos Aires, tanto pelo lado gastronômico quanto pelo financeiro, aqui vai a dica: vale continuar o périplo no outro lado do Rio da Prata, nos restaurantes do Uruguai!

Uma noção básica dos preços – para converter rapidamente pesos uruguaios ($U) para reais, basta dividir por 10:

  • 1 garrafa de água mineral 500 ml: $U15
  • 1 café expresso: $U35
  • 1 sorvete de 2 sabores no Freddo ou La Cigale: $U55
  • 1 lanche (chivito ou pizza) com refrigerante na La Pasiva: em média $U70 por pessoa
  • 1 refeição com cerveja ou vinho sem sobremesa: em média $U200 por pessoa
  • 1 caixa de doce de leite em tabletes Lapataia: $U60
  • 1 garrafa de vinho tannat merlot Don Pascual: $U100

chivito.jpg Um chivito da La Pasiva, Punta del Este

lapataia.jpg Os doces de leite Lapataia

Como ficamos pouco tempo em cada cidade, não cheguei a experimentar todos os restaurantes que gostaria, mas alguns dos meus favoritos foram:

  • La Langosta, em Piriápolis, onde experimentei um filé de linguado com camarões flambados delicioso – gastamos cerca de $U290 por pessoa;
  • Virazón, em Punta del Este, um restaurante de cozinha internacional, onde pedimos um ravioli de espinafre com nozes e queijo gorgonzola, e gastamos apenas $U140 por pessoa;
  • Blue Cheese, também em Punta, um restaurante super tradicional na região do Porto, onde escolhemos um filé de brótola com batatinhas, uma delícia – gastamos cerca de $U220 por pessoa;
  • Azzurro, em Montevidéu, o restaurante do Hotel Cala di Volpe. Jantamos um spaghetti com legumes, bebemos medio y medio (estes eram cortesia do hotel aos novos hóspedes), e a conta foi $U95 por pessoa;

img_0547.jpg img_0431.JPG O medio y medio do Azzurro

  • El Peregrino, restaurante especializado em carnes no Mercado del Puerto, onde comemos bifes de lomo macios e suculentos, gastando apenas $U290 por pessoa;

peregrino2.jpg patricia.jpg Uma Patricia para acompanhar as carnes do El Peregrino

  • La Perdiz, um pub-restaurante em Punta Carretas, Montevidéu, onde pedimos sorrentinos al sugo, acompanhados por um ótimo tannat Don Pascual, e pagamos $U170 por pessoa;

img_0540.jpg pascual.jpg A varanda do La Perdiz e um belo tannat

  • El Drugstore, em Colonia del Sacramento, onde pedimos um filé de frango agridoce com legumes grelhados, e gastamos $U130 por pessoa;

img_0609.jpg img_0613.jpg img_0618.jpg El Drugstore

  • El Mesón de la Plaza, também em Colonia, onde um jantar italiano com massa, vinho e sobremesa custou $U180 por pessoa.

img_0670.jpg A varanda coberta do El Mesón de la Plaza

Agora, sim, me despeço do Uruguai – ao menos até a próxima vez… 😉

Mas, como no dia seguinte voltamos a Buenos Aires, sigo com a “novelinha” – agora em território porteño…

Atualização: Pensando melhor, antes de prosseguir com Buenos Aires (me empolguei…), ainda vou fazer um balanço geral do roteiro!

52 thoughts on “Dicas do Uruguai: Balanço Geral – Alimentação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *